Frases para loja infantil: 20 ideias criativas para divulgar seu negócio

Confira frases para loja infantil criativas e use-as em suas redes sociais e outros canais online!

 

Uma boa comunicação é essencial para estabelecer um vínculo com os clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento da sua loja de roupas infantis. Mas por onde começar?

 

Dê o primeiro passo criando uma comunidade ao redor da sua marca, com o auxílio das redes sociais, principalmente Instagram e TikTok.

 

Lá você vai encontrar o espaço ideal para mostrar seus produtos, criar uma identidade única para a sua loja e estabelecer conversas com o seu público-alvo.

 

Para te ajudar nessa missão, separamos aqui 20 opções criativas de frases para loja infantil para você usar nas redes. Além disso, preparamos algumas dicas para te ajudar a criar uma comunicação mais assertiva para a sua marca. Confira:

 

  • Como criar uma comunicação mais assertiva
  • Sugestões de frases para loja infantil
  • Passo a passo para criar um perfil completo para loja infantil no Instagram

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Como criar uma comunicação mais assertiva

1. Construa a identidade da sua marca

Qual é a primeira marca que vem à sua mente quando você vê a cor vermelha? O que você remete a um “M” amarelo? Marcas como a Coca-Cola e o McDonald`s são amplamente reconhecidas por investirem em uma boa estratégia de gestão da marca.

 

Também conhecida como branding, essa técnica abrange a identidade visual e verbal que representa a marca.

 

Então, antes de escolher quais frases para loja infantil usar, pense bem em qual delas faz sentido para o seu negócio.

 

É importante definir o tom de voz da sua marca, bem como as cores, o estilo e a mensagem que você deseja transmitir. Isso ajudará a estabelecer uma conexão emocional com seu público e a diferenciar sua marca da concorrência.

 

2. Defina um público-alvo

Para conseguir se comunicar bem com o seu público, o primeiro passo é saber com quem você está falando. A partir daí fica mais fácil entender quais são as necessidades do seu público, bem como seus interesses e valores.

 

Durante a definição de público-alvo, você deve mapear a posição social, econômica e demográfica de quem pode comprar o seu produto.

 

A construção do seu público-alvo deve incluir:

 

  • Gênero;
  • Faixa etária;
  • Classe social;
  • Localização geográfica;
  • Nível de escolaridade;
  • Renda média mensal;
  • Hábitos de consumo;
  • Objetivos e necessidades.

 

Uma vez reunidas essas informações, você pode passar para a etapa seguinte; a construção de personas.

 

3. Elabore a sua persona

A persona, por outro lado, é uma representação fictícia de um cliente ideal que é baseada em dados, insights e observações reais do comportamento do consumidor.

 

Portanto, podemos dizer que a diferença entre persona e público-alvo é o nível de detalhes. Afinal, dentro de um público-alvo existem inúmeros perfis de consumidores, a persona representa, por meio de um personagem fictício, as características do cliente ideal.

 

Depois de criar a identidade da sua marca, identificar o seu público-alvo e criar o seu cliente ideal, é hora de deixar a criatividade fluir!

 

– Leia também: Público-alvo e persona: entenda as diferenças e importância dos conceitos

 

Sugestões de frases para loja infantil

Frases para loja de roupas infantil

 

  • Vestindo criança como criança;
  • Conforto e estilo para arrasar no parquinho;
  • Aqui, conforto e diversão são tendências que não saem de moda;
  • As roupinhas que o seu filho precisa para conquistar o mundo;
  • Cuidado e conforto da nossa família para a sua.

 

Frases para loja virtual infantil

 

  • Na nossa loja, a diversão começa já na escolha da roupa;
  • Com tantas opções incríveis, fica difícil escolher só uma;
  • Nossos produtos são feitos com muito amor e carinho, pensados especialmente para as crianças;
  • Aqui você encontra tudo para deixar seu pequeno ainda mais fofo e estiloso;
  • Roupas e acessórios cheios de cor e alegria para a criançada.

 

Frases para postar roupas infantil no Instagram

 

 

  • Seja para uma festinha ou para o dia a dia, temos a roupa perfeita para seu filho;
  • Nossas peças são perfeitas para acompanhar as aventuras dos pequenos;
  • Papai e mamãe: temos novidades para o seu filhote;
  • Qualidade, bom preço e as melhores opções para você e seu filho;
  • Criança bem vestida é criança confortável.

 

Frases para vender roupas infantil

 

  • Roupas de todos os estilos e estampas para o seu filho se sentir livre;
  • Aqui tem peças para o seu pequeno fashionista;
  • Porque o bom gosto vem do berço;
  • Do parquinho às festas, aqui você encontra lookinhos para todas as ocasiões;
  • Aqui na (nome da loja), o conforto e a moda andam juntos.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil? 

 

Passo a passo para criar um perfil completo para loja infantil no Instagram

  1. Nome de usuário: Escolha um nome de usuário simples e fácil de lembrar. Pode ser o nome da sua loja ou algo relacionado ao seu nicho de mercado.
  2. Foto do perfil: Use um logotipo ou uma imagem que represente a sua loja infantil e que seja facilmente identificável. Certifique-se de que a imagem esteja em alta qualidade e no formato adequado.
  3. Biografia: Sua biografia deve ser uma breve descrição da sua loja e dos produtos que você oferece. Certifique-se de incluir palavras-chave relevantes e um link para o seu site ou outra plataforma de venda.
  4. Destaques: Use os Destaques do Instagram para apresentar categorias de produtos, ofertas especiais e outros aspectos relevantes da sua loja. Certifique-se de escolher ícones que sejam visualmente atraentes e fáceis de entender.
  5. Conteúdo: Publique regularmente conteúdo relacionado à sua loja e ao nicho de mercado infantil. Certifique-se de usar hashtags relevantes para aumentar a visibilidade das suas postagens.
  6. Interatividade: Interaja com seus seguidores, respondendo a comentários e mensagens diretas. Além disso, use recursos como enquetes e perguntas para envolver seus seguidores.
  7. Anúncios: Considere usar anúncios pagos para aumentar a visibilidade da sua loja e atingir novos públicos. Certifique-se de definir o público-alvo adequadamente e escolher imagens e mensagens atraentes.
  8. Métricas: Acompanhe as métricas do seu perfil, como número de seguidores, engajamento e conversões. Use essas informações para ajustar sua estratégia de marketing e melhorar seu desempenho no Instagram.

 

– Leia também: Enquetes para loja infantil: como usá-las para divulgar sua marca no Instagram?

 

E aí, gostou das nossas dicas de frases para loja infantil? Seguindo esses passos, você poderá criar um perfil completo e atraente para sua loja infantil no Instagram e aumentar sua visibilidade e vendas na plataforma.

 

E continue lendo os artigos do nosso blog! Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantil quanto uma fornecedora de roupas infantis, e temos diversos textos sobre o assunto!

 

Banner para contato com a Yuk's

Pilates para gestantes: conheça os benefícios da prática durante a gestação

Se você está grávida e busca uma forma segura e saudável de cuidar do seu corpo durante a gestação, o pilates para gestantes pode ser uma excelente opção. 

 

Além de ajudar a fortalecer os músculos e aliviar desconfortos comuns nessa fase, a prática ainda pode trazer diversos benefícios para a saúde mental e emocional das futuras mamães. 

 

Aqui, vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre o pilates para gestantes. Continue a leitura e confira: 

 

  • O que é pilates para gestantes?
  • 7 benefícios da prática de pilates na gestação
  • Quando a gestante pode iniciar a prática do pilates?
  • Quais exercícios de pilates podem ser feitos na gravidez?
  • Quais exercícios de pilates não podem ser feitos na gravidez?
  • Cuidados necessários na prática do pilates durante a gestação
  • Além do pilates, o que mais a grávida pode fazer para relaxar?
  • Conheça a Yuk’s!

 

Banner para o blog da Yuk's

 

O que é pilates para gestantes?

O pilates para gestantes é uma adaptação do método tradicional de pilates, projetado especificamente para atender às necessidades de mulheres grávidas.

 

Ele é geralmente praticado em aulas em grupo ou em sessões individuais, e é conduzido por um instrutor de pilates especializado em gestantes. 

 

Os exercícios são adaptados para levar em conta as mudanças no corpo da gestante, incluindo a posição do útero em expansão e as alterações hormonais que afetam a estabilidade articular.

 

Os exercícios de pilates para gestantes geralmente enfatizam o fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico, que são importantes para o suporte da bexiga, do útero e do intestino. Também se concentram no fortalecimento dos músculos abdominais e das costas para ajudar a sustentar a coluna vertebral e melhorar a postura.

 

Embora o pilates para gestantes seja uma forma de exercício segura e benéfica para mulheres grávidas, é importante que a gestante converse com seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios. 

 

– Leia também: Estou grávida, e agora? Confira os primeiros cuidados que você deve ter

 

7 benefícios da prática de pilates na gestação

A prática de pilates para gestantes pode proporcionar uma série de benefícios para a saúde da mulher e do feto. Confira abaixo os sete principais!

 

1. Fortalecimento muscular

O pilates para gestantes pode ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico, abdominais e das costas, o que pode ajudar a suportar o peso do útero em expansão e melhorar a postura.

 

2. Melhora da flexibilidade

O pilates para gestantes inclui exercícios de alongamento que podem ajudar a melhorar a flexibilidade, reduzir a tensão muscular e aliviar dores e desconfortos.

 

3. Preparação para o parto

Os exercícios de pilates para gestantes podem ajudar a preparar o corpo para o trabalho de parto, fortalecendo os músculos do assoalho pélvico e melhorando a respiração.

 

4. Redução do estresse e ansiedade

O pilates para gestantes pode ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, através de técnicas de respiração e relaxamento.

 

5. Melhora da circulação sanguínea

Os exercícios de pilates para gestantes podem ajudar a melhorar a circulação sanguínea, o que pode ajudar a prevenir o inchaço e a reduzir o risco de varizes.

 

6. Alívio da dor nas costas 

O pilates para gestantes pode ajudar a aliviar a dor nas costas, através do fortalecimento dos músculos abdominais e das costas e da melhora da postura.

 

7. Melhora da qualidade do sono

O pilates para gestantes pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, através do relaxamento e da redução do estresse e da ansiedade.

 

No entanto, é importante lembrar que cada organismo é único, ou seja, os benefícios do pilates podem variar de pessoa para pessoa.

 

Quando a gestante pode iniciar a prática do pilates?

A gestante pode iniciar a prática do pilates em qualquer momento da gravidez. Ainda assim, a maioria dos especialistas recomenda esperar até o segundo trimestre para iniciar a prática, que é quando a gestante já superou a fase crítica do primeiro trimestre e pode realizar exercícios com mais segurança.

 

É importante ressaltar que algumas gestantes podem ter condições médicas ou complicações que tornem a prática do pilates inadequada para elas. Portanto, é sempre importante conversar com o médico que faz o acompanhamento da gestação antes de iniciar qualquer programa de exercícios, incluindo o pilates para gestantes.

 

Quais exercícios de pilates podem ser feitos na gravidez?

Existem vários exercícios de pilates que podem ser adaptados e praticados com segurança durante a gravidez. Aqui estão alguns exemplos de exercícios:

 

  1. Alongamento de coluna: sentada com as pernas cruzadas, a gestante pode inspirar para alongar a coluna e expirar para relaxar.
  1. Fortalecimento do assoalho pélvico: a gestante pode realizar exercícios de Kegel, contraindo e relaxando os músculos do assoalho pélvico.
  1. Fortalecimento dos músculos abdominais: a gestante pode realizar exercícios de contração abdominal suave, como o abdominal com as pernas dobradas.
  1. Fortalecimento dos músculos das costas: a gestante pode realizar exercícios para fortalecer os músculos das costas, como o super-homem modificado.
  1. Exercícios de equilíbrio: a gestante pode realizar exercícios de equilíbrio simples, como o standing balance, apoiando-se em uma parede ou cadeira para manter o equilíbrio.
  1. Exercícios de respiração: a gestante pode realizar exercícios de respiração profunda, como a respiração diafragmática, que ajudam a melhorar a oxigenação do corpo e a reduzir o estresse.
  1. Relaxamento: a gestante pode realizar exercícios de relaxamento, como o alongamento das pernas para aliviar a tensão e a fadiga muscular.

 

É importante lembrar que cada gestante é única e que os exercícios de pilates devem ser adaptados às necessidades específicas da gestante e às mudanças em seu corpo durante a gestação. Portanto, é recomendado que a gestante pratique o pilates com um instrutor qualificado e experiente em pilates para gestantes.

 

Quais exercícios de pilates não podem ser feitos na gravidez?

Embora o pilates seja uma excelente opção de exercício para gestantes, algumas posições podem ser perigosas. E, portanto, devem ser evitadas.

 

Aqui estão alguns exemplos de exercícios de pilates que geralmente são contraindicados para gestantes:

 

  1. Exercícios de impacto: exercícios que envolvem saltos ou movimentos de alto impacto, como o jumping jack, devem ser evitados.
  1. Exercícios que exigem grande flexibilidade: exercícios que envolvem alongamentos excessivos, como o split, devem ser evitados, pois a gestante está mais suscetível a lesões durante a gravidez.
  1. Exercícios que sobrecarregam as articulações: exercícios que envolvem sobrecarga nas articulações, como agachamentos profundos, devem ser evitados.
  1. Exercícios de rotação do tronco: exercícios que envolvem rotação excessiva do tronco, como o twist, podem ser contraindicados para algumas gestantes, especialmente aquelas com problemas de coluna ou diástase abdominal.

 

Cuidados necessários na prática do pilates durante a gestação

A prática de pilates na gravidez pode ser benéfica para a saúde física e mental da grávida e do feto. No entanto, é importante tomar alguns cuidados para garantir a segurança durante a prática. É necessário consultar um médico para garantir que a grávida pode fazer pilates e escolher um instrutor qualificado em pilates na gravidez. 

 

Os exercícios devem ser adaptados às necessidades e limitações da gestante e evitando saltos e movimentos de alto impacto. 

 

Além disso, é importante não exagerar na intensidade dos exercícios e prestar atenção aos sinais do corpo. Mantenha-se hidratada e respeite os limites do seu corpo durante a prática.

 

Além do pilates, o que mais a grávida pode fazer para relaxar?

Além da prática de pilates na gravidez, existem outras formas de relaxamento que podem ajudar a gestante a se preparar para a chegada do bebê. Uma delas é a compra do enxoval e das roupinhas do bebê, que pode ser uma atividade prazerosa e relaxante.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Yuk’s (@yuksoficial)

 

A gestante pode pesquisar as opções disponíveis no mercado, escolher as peças com calma e se imaginar utilizando cada uma delas no bebê.

 

Além disso, outras atividades que podem ajudar a relaxar incluem: mobiliar quarto do bebê, realizar a leitura de livros sobre maternidade, registrar os momentos importantes da gravidez em um diário e a participar em grupos de apoio para gestantes.

 

– Leia também: O que não pode faltar na lista do que comprar para o bebê

 

Conheça a Yuk’s!

A Yuk’s é uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Nosso objetivo é estar presente nos primeiros anos de vida das crianças, oferecendo o melhor em conforto e estilo. Por isso, trabalhamos com tecido de algodão brasileiro, que oferece todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr, e criamos peças com estilo e personalidade, que deixam as crianças ainda mais lindas e estilosas.

 

Se você está grávida e quer preparar o enxoval do seu bebê com muito amor e cuidado, venha conhecer a Yuk’s. Nós nos preocupamos em vestir o futuro com conforto e estilo, e estamos prontos para ajudá-la a escolher as melhores opções para o seu pequeno. Venha fazer parte da nossa família!

 

Banner para a home da Yuk's

Como escolher nomes para loja de roupa infantil? Confira 7 dicas úteis

Montar uma loja de roupas infantis pode ser uma excelente oportunidade para você começar a empreender. Uma parte importante desse processo é cogitar nomes para loja de roupa infantil e escolher o da sua. Neste artigo, iremos te ajudar exatamente nessa etapa!

 

Continue a leitura e confira as seguintes informações sobre o assunto:

 

  • 4 passos para montar uma loja de roupa infantil
  • Por que é importante saber escolher nomes para loja de roupa infantil?
  • 7 dicas para escolher um nome de loja de roupa infantil
  • Conheça a Yuk’s e monte a sua loja de moda infantil

 

4 passos para montar uma loja de roupa infantil

1. Pesquisa de mercado

Entender o mercado infantil e seu potencial na região em que você mora é muito importante. Durante essa fase, você deve pesquisar dados sobre quantas crianças habitam a sua cidade (ou região), além da faixa etária predominante.

 

Dessa forma, você consegue identificar a viabilidade do investimento, e entender, por exemplo, com quais perfis de compradores vai lidar. Uma informação muito importante e que será usada na hora de escolher quais produtos e tamanhos entrarão para o seu estoque.

 

Procure também ficar atento às tendências do momento. Quais desenhos estão fazendo sucesso com a criançada? Quais cores estão sendo mais procuradas? Quais são as preocupações e exigências feitas pelos pais?

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

2. Ponto de venda ou atendimento em casa

Antes de alugar sua primeira loja é importante analisar duas questões:

 

  • Fazer esse investimento vai prejudicar a saúde do seu negócio ou diminuir suas chances de lucrar ainda nos primeiros meses de negócio?
  • Esse ponto é bom para o seu negócio?

 

Caso esteja disposto a investir em uma loja, opte por localizações com grande fluxo de pessoas, de preferência perto de ambientes frequentados por pais e mães como: shoppings, parquinhos, centros comerciais, entre outros.

 

Além disso, também é importante pensar no tamanho que você deseja para a loja. Lembrando que ela deve ser capaz de abrigar: estoque, provadores e vitrine.

 

Sua loja também deve ser um espaço confortável e convidativo para os responsáveis e para a criançada também!

 

3. Estude a concorrência

Quantas lojas de roupa infantil estão localizadas perto de você? Elas vendem os mesmos produtos que você deseja vender? Atendem a mesma faixa etária?

 

Faça uma lista com aqueles que você considera seus principais concorrentes e faça uma visita. Confira com os próprios olhos e analise:

 

  • A organização do espaço;
  • As formas de pagamento disponíveis;
  • Políticas de desconto;
  • Produtos, marcas e tamanhos que compõem o estoque;
  • Vantagens competitivas;
  • Qualidade do atendimento.

 

4. Invista em bons fornecedores

Sua loja só pode ser tão boa quanto os produtos que você oferece nela. Portanto, é importante estudar fornecedores, pedir amostras de produtos, acessar as redes sociais para ver o que os clientes da marca têm a dizer e observar também o que tem feito sucesso na concorrência.

 

Durante essa escolha, também é importante avaliar a relação de custo e benefício das marcas, além de escolher produtos de diferentes faixas de preço para conseguir atender um público amplo.

 

Por que é importante saber escolher nomes para loja de roupa infantil?

A escolha do nome de uma loja de roupas infantis é fundamental para o sucesso da marca e deve ser feita com cuidado e atenção. Afinal de contas, o nome da sua loja de roupas faz parte da sua identidade, e é um dos elementos que vai destacar o seu negócio da concorrência.

 

Você também deve ter em mente que trabalhar com o público infantil exige alguns cuidados extras. Como garantir que o nome escolhido seja criativo e adequado à idade do público alvo.

 

Quer mais dicas? Separamos 7 que com certeza vão te ajudar a pensar em nomes criativos para loja de roupa infantil. Confira!

 

7 dicas para escolher um nome de loja de roupa infantil

  1. Relevância: escolha um nome que seja relevante para o tipo de roupas que sua loja vende;
  2. Fácil de lembrar: o nome deve ser fácil de lembrar e pronunciar para os clientes;
  3. Diferenciação: escolha um nome único e diferenciado, para que sua loja se destaque no mercado;
  4. Pertinência: verifique se o nome é apropriado e respeitável, sem conotações negativas;
  5. Escalabilidade: escolha um nome escalável, para que seja adequado para possíveis expansões futuras da loja;
  6. Verifique a disponibilidade: verifique se o nome escolhido já está registrado ou se outra marca já o usa;
  7. Público-alvo: leve em consideração o público-alvo da sua loja ao escolher o nome, garantindo que seja atraente e apelativo para eles.

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Conheça a Yuk’s e monte a sua loja de moda infantil

Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantil quanto uma fornecedora de roupas infantis.

 

Todas as nossas peças são 100% algodão, o que garante mais conforto para as crianças e aumenta a durabilidade dos itens. Todas as estampas e modelos são de fabricação própria e têm a qualidade que apenas quem está no mercado há mais de 17 anos pode oferecer.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Entre em contato para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: Logo para loja infantil: o que é, importância e dicas de onde e como criar a sua

 

Banner para contato com a Yuk's

Decoração de carnaval para loja infantil: 10 ideias criativas para vitrine e interior

No final do ano passado, compartilhamos aqui algumas dicas de decoração de natal para loja infantil. O feedback foi tão positivo, que não tinha como deixar de abordar ideias criativas na decoração de carnaval para loja infantil.

 

Pode parecer pouco, mas além de ajudar a destacar a sua loja das demais, também aguça a curiosidade dos transeuntes, aumentando as chances de fechar mais vendas. Um desafio para setores que comercializam produtos e serviços que não estão relacionados à folia.

 

Confira a seguir 10 dicas para arrasar na decoração de loja para carnaval!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

10 dicas de decoração de carnaval para loja infantil

1. Aposte na cultura local

Apesar de o carnaval ser uma das festas tradicionais brasileiras, cada cantinho do país tem seus costumes, lendas e brincadeiras típicas. Qual tempero a sua região adiciona ao carnaval?

 

Selecione elementos característicos e incorpore-os à decoração! Vale tudo, desde recriar bailes de clubes, festas a fantasia e até se inspirar em figuras como os bonecos de Olinda.

 

Tenho certeza que seus clientes vão adorar ver a cultura local como decoração de carnaval para vitrine de loja.

 

2. Escolha uma paleta de cores

Cor e carnaval tem tudo a ver! Mas é importante tomar cuidado para não passar dos limites na hora de decorar. Afinal, a decoração é o palco e os protagonistas são os seus produtos.

 

Portanto, antes de comprar os itens de decoração de carnaval para loja infantil escolha uma paleta de cores.

 

Não sabe como escolher uma paleta de cores para a sua decoração? O Coolors é um site gratuito que gera paletas de cores aleatórias. Explore e teste até encontrar a que realça melhor os seus produtos.

 

Decoração de carnaval para loja infantil: paleta de cores

3. Use seus produtos para compor a decoração de carnaval para loja

Lembra o que comentamos no tópico anterior? Seus produtos devem ser o centro das atenções! Crie composições, monte cenários e deixe a criatividade correr solta.

 

Use suas roupinhas mais coloridas e monte uma cena para compor a decoração de vitrine para carnaval.

 

4. Traga jogos divertidos para dentro da loja

Se você tem espaço, uma opção divertida é trazer alguns jogos para entreter os pequenos enquanto os responsáveis fazem as compras.

 

Não precisa exagerar, pode ser uma mesinha, com cadeiras, lápis e revistinhas de colorir, joguinhos de montar, jogos de tabuleiro, entre outros.

 

Decoração de carnaval para loja infantil: Jogos

5. Capriche na trilha sonora

As músicas também ajudam a compor um ambiente agradável para a sua decoração de carnaval.

 

No YouTube você encontra várias opções de marchinhas de carnaval infantis, além de playlists com músicas do Balão Mágico, Xuxa e a trilha sonora dos desenhos favoritos da garotada.

 

Tenho certeza que seus pequenos clientes vão adorar comprar e dançar com você!

 

6. Prepare um dia especial com recreação infantil

Nem sempre a programação da cidade inclui os pequenos. O que oferece a você a oportunidade de criar um bailinho de carnaval para divertir as crianças e oferecer aos pais o tempo necessário para fazer compras.

 

Balões, tatuagem de mentirinha, bolas de sabão e brincadeiras são tudo o que os pequenos precisam para se distrair por alguns minutos.

 

7. Foco no conforto!

Troque enfeites muito grandes que enchem a loja por decorações de parede, confete, serpentina e balões com gás hélio.

 

Ao montar a decoração de carnaval para loja infantil é importante ter em mente que 1) a decoração é um complemento, o foco é dos produtos e 2) seus clientes precisam conseguir circular dentro da loja.

 

8. Crie ofertas temáticas

Em fevereiro, é muito provável que você já esteja pensando na compra das roupas que serão vendidas durante o outono. Acertei?

 

Então aproveite o Carnaval para criar ofertas imperdíveis e zerar o estoque antes da nova coleção chegar. Estude o seu fluxo de caixa e analise quais promoções são válidas para você – desconto em cada peça, desconto progressivo, ou desconto apenas para novos clientes da loja.

 

– Leia também: Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

 

9. Crie um cantinho instagramável

Além de lindo, um cantinho instagramável temático é o incentivo que os responsáveis precisam para compartilhar nas redes sociais onde compram as roupas dos filhos.

 

Pode parecer pouco, mas pais e responsáveis formam uma comunidade online muito forte. E mostrar que eles frequentam e compram na sua loja é uma forma indireta de divulgar e endossar seus produtos.

 

Então abuse das cores e criatividade na hora de montar o seu cantinho. E, se puder, deixe plaquinhas divertidas convidando os responsáveis a marcar o seu arroba, localização ou até a usar alguma hashtag especial!

 

10. Colabore com artistas locais

A grana tá curta e você não tem como investir em uma decoração tão sazonal? Proponha uma colaboração com artistas locais! Converse com eles e faça uma parceria para deixar a sua vitrine infantil com um visual criativo e único.

 

– Leia também: 12 ideias criativas para loja infantil de roupas

 

Seja um revendedor Yuk’s!

Desde 1993, a Yuk’s trabalha para oferecer roupas de tecidos que promovam o conforto e a mobilidade necessários para as crianças brincarem e se desenvolverem.

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Somos uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!


Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique no banner abaixo para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: Decoração de loja para dia das crianças: confira ideias para vitrine e interior

 

Banner para contato com a Yuk's

Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

Se você chegou até aqui, provavelmente busca fortalecer a sua marca e a melhor ferramenta é prezar por uma boa gestão de loja infantil.

 

Aqui no blog vimos como o mercado infantil tem se mostrado um setor lucrativo, movimentando cerca de R$16 bilhões ao ano. No entanto, surfar nessa crescente exige alguns cuidados e conhecimentos.

 

Nesse artigo vamos apresentar o papel da gestão no crescimento e fortalecimento de uma empresa, e te presentear com 7 dicas para um bom gerenciamento.

 

Gostou? Continue a sua leitura!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Qual é a importância de uma boa gestão?

A gestão, como o próprio nome indica, é o ato de gerenciar pessoas, processos, ativos e estratégias para garantir que esses pilares estejam alinhados com os objetivos do negócio.

 

Quando bem-feita, ela é essencial para a sobrevivência do empreendimento. De acordo com o Sebrae, a falta de gestão empresarial é um dos principais fatores que levam os negócios à falência no Brasil.

 

Enquanto empresas que investem em gestão são capazes de melhorar produtos, otimizar processos, investir em capacitação e se manter atualizada em relação às novidades do setor.

 

7 dicas para uma boa gestão de loja infantil

1. Não descuide do fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um documento através do qual você registra todas as entradas e saídas de dinheiro da sua empresa. Sempre acompanhando a identificação da movimentação, bem como a quantia.

 

Manter o fluxo de caixa atualizado permite que você não seja pego de surpresa com contas a pagar e nem se esqueça de cobrar seus devedores. Além disso, ele permite que você identifique oportunidades para reduzir custos ou observe discrepâncias nos registros.

 

Se você tiver dedicação e cuidado, seu fluxo de caixa vai se transformar em uma base histórica. Ou seja, uma ferramenta que possibilita identificar a sazonalidade dos produtos, aceitação do público, entre outros dados que você precisa para tomar decisões estratégicas.

 

– Leia também: Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

 

2. Preze pela qualidade

A gestão pode ser dividida em várias áreas e uma delas é a gestão de qualidade. Essa estratégia de gerenciamento passa por todas as etapas do negócio, desde a administração, escolha da matéria-prima, seleção de colaboradores qualificados, até métodos de produção com o mínimo desperdício.

 

Confira 5 atividades que você precisa incluir na sua gestão de qualidade:

 

  • Verifique a origem da matéria prima: garanta que seus fornecedores prezem pela qualidade, ética e sustentabilidade na produção de suas peças.
  • Faça pesquisas de satisfação: O feedback de quem compra pode abrir novas maneiras de pensar o produto ou serviço.
  • Acompanhe seu desempenho: Avalie o desempenho constantemente e tome decisões com base em fatos e dados concretos.
  • Corrija erros: Ao identificar falhas, solucione-as por ordem de prioridade, começando com o problema mais crítico.
    Invista na melhoria contínua: A estrutura “PDCA” (Planejar, Fazer, Checar e Agir) é estratégica para manter o aprendizado na empresa. Trabalhe para não repetir falhas, registre as soluções e promova melhorias contínuas.

 

– Leia também: Revender roupa infantil: por que esse é um bom negócio e como escolher bons fornecedores

 

3. Renegocie suas dívidas

Empreender e investir são atividades intimamente relacionadas. Mas, principalmente no começo, pode ser que os lucros não cheguem na mesma proporção ou velocidade que os boletos.

 

Se você está passando por isso, mantenha a calma, entre em contato com o seu gerente e renegocie suas dívidas

.

Além de preservar a sua relação com stakeholders você garante prazos e juros mais acessíveis para cumprir todos os compromissos fechados.

 

4. Planeje com antecedência

O erro mais frequente na administração e gestão de loja infantil é focar nas atividades do dia a dia e esquecer de planejar. É importantíssimo analisar o seu negócio e entender quais são suas forças e fraquezas e quais são as oportunidades e ameaças.

 

Essa análise permite que você use suas forças para se defender das ameaças e aproveitar as oportunidades. Além disso, o seu diagnóstico vai facilitar a missão de traçar planos de ação para eliminar suas fraquezas.

 

– Leia também: Planejamento estratégico: entenda o que é e como fazer

 

5. Organize seu tempo

Uma das piores coisas que podem acontecer é começar o dia perdendo tempo por falta de organização e preparo. Se a sua agenda está cheia, comece definindo as prioridades daquele dia.

 

Separe suas atividades em:

 

  • Tarefas importantes e urgentes: que são aquelas que devem ser feitas imediatamente.
  • Tarefas importantes, mas não urgentes: defina uma data para realizá-las.
  • Tarefas urgentes, mas não importantes: delegue para alguém de sua confiança.
  • Tarefas nem urgentes nem importantes: mova para o fim da fila.

 

6. Delegue tarefas

Eu sei que a vontade de abraçar o mundo para dar conta de tudo é grande. Mas se você não dá conta da demanda atual, pense em contratar ajuda. Treine e capacite seus colaboradores para que eles consigam desempenhar as tarefas que você necessita.

 

Assim, você ganha tempo para focar nas partes mais estratégicas do negócio, enquanto seu funcionário lida com a parte operacional.

 

7. Não tenha medo de errar

Cometer erros é uma parte importante do aprendizado. Use esses erros para crescer, mudar e renovar. E lembre-se, é melhor cometer pequenos erros que impulsionam o seu desenvolvimento do que grandes erros lentos que podem levar sua empresa à falência.

 

– Leia também: Como fidelizar clientes na sua loja de roupa infantil?

 

Gostou do artigo? Continue no blog da Yuk’s. Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantil quanto uma fornecedora de roupas infantis, e temos diversos textos sobre o assunto!

 

Banner para contato com a Yuk's

Mercado infantil: conheça as principais vantagens de investir nesse setor

Quando o assunto é investir, seja para começar um negócio do zero ou expandir, é importante avaliar as possibilidades. E, se tratando do mercado infantil no Brasil, as projeções são extremamente positivas.

 

De acordo com os relatórios do Sebrae, em 2021, o mercado infantil movimentou cerca de R$16 bilhões e obteve um crescimento de 14%. 

 

Esses números chamam ainda mais atenção quando analisamos os resultados do setor têxtil. No segundo semestre de 2022, a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) divulgou que, além de crescer em média 6% ao ano no Brasil, a moda infantil representa 16% do setor têxtil brasileiro.

 

 

E, dentro dessa fatia, as micro e pequenas empresas representam 90% do setor de vestuário. O que chama a atenção para o sucesso obtido através da revenda de roupas infantis.

 

Ficou interessado? Continue lendo e confira em detalhes:

 

  • 4 vantagens de atuar e investir no mercado infantil
  • 4 dicas para se destacar no mercado de roupas infantis
  • Conheça a Yuk’s, líder no mercado infantil

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

4 vantagens de atuar e investir no mercado infantil

1. Está sempre em alta

Parece bobagem dizer, mas quem trabalha com o mercado infantil, lida com um público que está constantemente crescendo e se renovando

 

Ao mesmo tempo em que sempre tem novos bebês precisando de roupinhas, eles também crescem muito rápido. E estão sempre precisando de novos itens para completar o enxoval.

 

Ou seja, esses pequenos consumidores demandam bastante roupas em um curto espaço de tempo.

 

2. Alto giro de estoque

Um dos maiores desafios dos investidores é encontrar negócios que possuem alto giro de estoque. No mercado infantil, especialmente no setor de vestuário isso é uma realidade.

 

Assim como as crianças que estão sempre crescendo e precisando de novas peças de roupa, as coleções e os estoques estão sendo constantemente renovados.

 

Fique atento às estações do ano, tendências e aproveite as coleções para ter um estoque sempre atualizado. 

 

3. Sempre surge uma nova tendência

As crianças estão interferindo cada vez mais na decisão de compra. De acordo com o estudo “Crianças brasileiras”, realizado pelo IBGE em parceria com a Dotz, “88% dos pais são influenciados pelos filhos quando estão fazendo compras”.

 

Eles querem estampas divertidas, temáticas, coloridas e com cortes estilosos. Então fique antenado para surfar nesta onda e conseguir bons resultados!

 

4. Sazonalidade baixa

Lembra do que conversamos lá no primeiro tópico? Crianças crescem rápido demais. E dificilmente usam a mesma roupinha por mais de um ano. Dessa forma, fica muito mais fácil manter um fluxo constante de vendas, sem uma sazonalidade alta.

 

No entanto, é importante estar atento e se preparar para datas como Natal, Ano Novo e Dia das Crianças; feriados festivos que sempre movimentam os setores do mercado infantil.

 

Vantagens de investir no mercado infantil

 

4 dicas para se destacar no mercado de roupas infantis

O mercado infantil possui uma concorrência tão grande quanto o tamanho do seu público. Portanto, é importante saber quais estratégias de venda adotar para se destacar dos demais.

 

Listamos aqui, 5 dicas que nossos revendedores usam para se destacar no mercado de roupas infantis

 

1. Tenha um catálogo diversificado

Com rotinas cada vez mais corridas, pais e mães procuram lojas que atendam todas as suas necessidades. Ou seja, sai ganhando quem consegue reunir peças diferentes e de qualidade!

 

Por exemplo, tenha roupinhas para RN, mas não deixe de lado as roupas para bebês de 1 a 12 meses. Se puder, dedique também um espacinho para as crianças de até 3 anos.

 

Outra forma de diversificar o catálogo é oferecer roupas para meninos e roupas para meninas, estampas temáticas e até mesmo diferentes peças (de babadores a jardineiras).

 

2. Crie um espaço online atrativo

O número de vendedores trabalhando online aumentou bastante na pandemia. Seja pela vantagem de trabalhar com marketplaces, seja pela facilidade de vender para famílias de todo o Brasil, cada vez mais empreendedores estão criando seus espaços online.

 

Se você está começando agora não precisa exagerar no investimento. Pode começar com um perfil nas redes sociais. Mostrando as peças disponíveis e criando uma ponte entre a sua loja e potenciais clientes.

 

Pense nas redes sociais como a sua vitrine virtual e utilize-as para:

 

  • Destacar produtos;
  • Anunciar novidades e promoções;
  • Tirar dúvidas;
  • Compartilhar o catálogo disponível;
  • Divulgar o link do seu WhatsApp para finalizar sua venda.

 

– Leia também: Saiba como divulgar sua loja de roupa infantil

 

3. Invista em influenciadores

O boca a boca ainda é uma das melhores formas de popularizar a sua loja. Se isso for feito por alguém com uma audiência gigantesca é melhor ainda, né?

 

Por isso, os influenciadores continuam sendo uma estratégia muito interessante para quem busca atender um público maior na venda de roupas infantis. No entanto, é importante pesquisar com cuidado para garantir que o influenciador escolhido tem afinidade com a sua marca e possui uma boa taxa de engajamento.

 

4. Crie um relacionamento com seus clientes 

É muito mais fácil e barato vender para quem já te conhece. Portanto, nutrir a relação de um cliente com a sua marca é a melhor forma de manter as vendas entrando.

 

Pense bem, crianças sempre estão precisando de uma roupa nova. Seja para um aniversário, passeio ou para substituir as que não cabem mais. Se você é capaz de manter contato e produzir conteúdo relevante, os pais se lembrarão de você e voltarão para comprar mais peças.

 

Conheça a Yuk’s, líder no mercado infantil

Yuk's: líder no mercado infantil

 

A chave para obter sucesso no mercado infantil é oferecer produtos de qualidade. Mas você já percebeu como é difícil encontrar roupas infantis num valor competitivo? 

 

Nós também! Por isso, desde 1993 a Yuk’s trabalha para atender a essa necessidade do mercado.

 

Somos uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas, para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique no banner abaixo para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

Banner para contato com a Yuk's

 

– Leia também: Como montar uma loja de roupas infantil? Confira guia completo

Enquetes para loja infantil: como usá-las para divulgar sua marca no Instagram? 

As redes sociais são excelentes para divulgar a sua marca e conquistar novos clientes. No Instagram, por exemplo, é possível usar enquetes para loja infantil para obter feedback dos consumidores sobre os produtos da sua empresa.

Além disso, as enquetes podem ser uma ótima maneira de promover promoções e gerar contatos de potenciais clientes. Neste artigo, vamos explicar como fazer enquetes no Instagram e dar algumas dicas para que elas sejam ainda mais eficazes.

O que são as enquetes do Instagram?

A enquete dentro da rede social é um recurso que você pode usar no Instagram Stories através de um “sticker” ou figurinha que fornece até 4 opções de respostas, como no exemplo da figura abaixo:

Através deste formulário, você também insere a pergunta no título. Com esse recurso, você pode saber o que os seus seguidores pensam sobre os produtos da sua loja infantil, além de coletar informações importantes para melhorar a experiência dos clientes.

Por que fazer enquetes para loja infantil

A primeira coisa a lembrar é que uma enquete bem elaborada proporciona dados preciosos para compreender melhor seus clientes e suas necessidades.

Por isso, criar enquetes direcionadas à loja de roupa infantil pode ser extremamente útil para saber quais são as preferências de estilo dos seus clientes, qual tamanho eles preferem comprar, entre outras informações importantes.

Além disso, é possível usar essas informações para personalizar a sua comunicação e oferecer produtos que se encaixam nas preferências do consumidor.

5 vantagens de fazer enquetes no Instagram:

1. Maior envolvimento com a sua marca: Ao criar enquetes, você incentiva os seus seguidores a interagirem mais e terem uma relação maior com a sua loja infantil.

2. Entender melhor o público-alvo: Usando as respostas das enquetes, é possível compreender melhor quem são os clientes da sua empresa e o que eles procuram na sua loja de roupa infantil.

3. Gerar leads qualificados: As enquetes ajudam a criar relacionamentos mais próximos com o cliente, o que pode resultar em maior fidelização e gerar novos leads qualificados, as potenciais oportunidades de fechar um negócio.

4. Aumentar as vendas: Ao conhecer melhor os seus clientes, você poderá oferecer produtos personalizados e direcionados às suas necessidades, o que aumentará as suas chances de vender mais.

5. Fazer promoções divertidas: Também é possível usar enquetes para divulgar uma promoção ou sorteio, incentivando os usuários a seguirem a sua página no Instagram para participar.

Como criar enquetes para loja – passo a passo

No Instagram, você precisa selecionar a opção de publicação no formato de Story para chegar até a funcionalidade de “Enquete”, quando vai publicar uma nova história.

Passo 1 – Abrir seu Story na conta do Instagram

Você pode ir direto na opção criar, ou mesmo subir uma foto ou imagem previamente produzida para ser o fundo da enquete.

Passo 2 – Selecionar a opção Enquete

Role para cima e encontre todas as funcionalidades disponíveis. Dentre elas, você visualizará a enquete, conforme círculo vermelho. Selecione para começar a editar.

Passo 3 – Preencher com a pergunta no título

No espaço indicado acima da caixa de pergunta, você tem o título para escrever sua pergunta. Indicamos perguntas curtas, simples e diretas para facilitar a compreensão e participação.

Passo 4 – Escrever as opções de respostas

Como explicamos, é possível disponibilizar até 4 opções de respostas. Você pode personalizar as opções também com emojis no texto.

Passo 5 – Publicar

Agora, basta revisar sua publicação e você está pronto para publicar o story.

Passo 6 – Apuração das respostas

Durante as 24 horas nas quais o Story ficará disponível, todos que visualizarem poderão responder à pergunta, escolhendo a opção que desejarem.

É possível verificar a quantidade de respostas e quem escolheu cada opção através da checagem de visualizações do Story: 

Foto: Reprodução

Dicas para criar uma boa enquete no Instagram

Agora que você aprendeu o passo a passo da criação de uma enquete, trouxemos algumas dicas valiosas que você deve pensar na hora da produção:

  • Destaque a enquete logo no início da postagem para despertar o interesse dos usuários e incentivá-los a votar. Evite deixar a imagem de fundo muito poluída, o foco tem que ser para a caixa de perguntas.
  • Mantenha as enquetes simples e curtas, pois assim você consegue mais participações.
  • Prefira usar as cores e identidade da marca nos stories para sempre reforçar o seu branding.
  • Se for possível, que tal oferecer prêmios ou descontos aos participantes como forma de agradecimento pela colaboração?
  • Mantenha um equilíbrio entre enquetes divertidas com temas mais leves e enquetes sobre assuntos relacionados à sua loja de roupa infantil.
  • Crie uma periodicidade para realizar as enquetes. Assim você cria um ritual de compromisso com os seus seguidores, que já ficam na expectativa de encontrar naquele dia uma enquete. Por exemplo: enquete toda segunda-feira sobre como será a semana, na quinta-feira, enquete de qual produto gostariam de ver na semana que vem.
  • Também é importante se atentar às normas de uso do Instagram para não postar conteúdos inadequados ou considerados impróprios pela plataforma.

Com estas dicas, você já deve ter entendido como as enquetes podem ser uma ótima ferramenta para divulgar a sua marca e ganhar mais engajamento na loja infantil no Instagram. Agora é só colocar em prática!

 

Leia também: Como divulgar sua loja de roupas infantil?

Exemplos de enquetes

No Instagram, você pode usar enquetes simples e diretas, como: “Qual é o seu tipo de estampa favorita de roupa infantil?”.

Mas também é possível partir para enquetes mais complexas, nas quais você busca respostas mais densas: “O que você considera mais importante na hora de comprar roupas infantis?”. Aqui você pode inclusive abrir para comentários dentro das mensagens do direct, a fim de expandir a comunicação com o público, caso ele sinta necessidade de expressar mais a sua opinião para além da enquete.

Opções para você variar:

Além das perguntas textuais, você pode brincar com o incentivo da participação em: gosto ou não gosto, adicionando os emojis como opção. Aqui é legal fazer uma sequência de várias roupas, por exemplo, quando for um lançamento de coleção.

E também há um outro “sticker” que oferece como funcionalidade o termômetro, ou seja, o quanto o público curtiu algo ou não.

Independentemente do tipo de pergunta, lembre-se sempre de incluir opções claras e específicas para que os participantes possam responder com precisão.

– Leia também: Frases para loja infantil: 20 ideias criativas para divulgar seu negócio

Yuk’s no Instagram

Além de se inspirar com nossos conteúdos nos stories, seguir o nosso perfil no Instagram vai te ajudar a ficar por dentro de nossas novidades em coleções, promoções e outros conteúdos que vão te ajudar a vender ainda mais com as melhores roupas para loja infantil.

Siga @yuksoficial no Instagram ou clique aqui para acessar o nosso perfil.

 

 

 

Decoração de natal para loja infantil: 10 dicas criativas para vitrine e interior

 

De acordo com o Sebrae, o Natal é uma das datas comemorativas que mais movimenta o comércio. Ou seja, é a sua oportunidade de receber mais clientes e divulgar a sua loja de roupas infantis

Pensando nisso, uma boa forma de se destacar da concorrência é caprichar na decoração. Trazer para o seu espaço toda magia, aconchego e cores do Natal. Ainda não sabe o que fazer para a decoração de natal para loja infantil?

Não se preocupe! Reunimos a equipe da Yuk’s e listamos aqui 10 dicas criativas para vitrine e interior. Confira!

Catlalogo-de-roupas-infantis-para-revenda-Yuks

 

Decoração de natal para loja infantil: 5 dicas para vitrine

1. Use as cores do Natal a seu favor

O natal é uma época mágica e os itens de decoração são muito chamativos. No entanto, ao organizar a vitrine, posicione os objetos de modo que eles ajudem a valorizar o seu produto.

2. Use seus produtos para compor a decoração de natal para loja

Uma livraria no Canadá usou os próprios produtos para compor a vitrine de decoração de natal para loja! Essa técnica é excelente para quem não pode investir em uma decoração profissional, mas faz questão de trazer um pouco da magia da data para seus clientes.

Além disso, usar seus produtos como item de decoração é um jeito de garantir que eles estarão em destaque! Por exemplo, se você revende roupinhas infantis, pode montar uma vitrine especial com as estampas e modelinhos natalinos.

Confira abaixo algumas das peças favoritas de nossos revendedores.

3. Colabore com artistas locais

Tenho certeza que sua cidade tem uma porção de artistas locais, apenas esperando uma oportunidade para mostrar o seu trabalho. Converse com eles e faça uma parceria para deixar sua vitrine com um visual único.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Revelator Coffee • Birmingham (@revelatorbham)

Bastam alguns materiais e uma boa dose de criatividade para trazer o clima do feriado para a decoração de natal da sua loja.

4. A decoração deve combinar com a identidade da sua loja

Há muitas direções diferentes que você pode seguir para decorar a vitrine de sua loja de varejo para as festas de fim de ano. Mas o mais importante de tudo é garantir que você escolha uma que faça sentido com o que a sua loja é e as pessoas que você atende.

Por exemplo, se a estética do seu espaço é mais clean e moderna, a decoração estilo kitsch não vai fazer sentido para a sua marca.

A Vans é uma marca que se sai muito bem ao criar experiências para os compradores durante as festas de fim de ano, sem se desviar da cultura e identidade de sua marca.

O uso de graffiti pela Vans em sua vitrine “Deck the Hall” é outra maneira de fugir do tradicional para garantir que as férias se fundam com a voz da marca.

https://www.youtube.com/watch?v=QIA52opIvVY

 

 

Talvez você se interesse por: Como fidelizar clientes na sua loja de roupa infantil

5. Menos é mais

Em vez de lotar a sua vitrine com adesivos, árvores de natal, luzinhas e penduricalhos, faça uma distribuição harmoniosa. Deixando claro que a decoração é apenas um complemento para o principal, que são as roupas.

Confira abaixo um exemplo excelente de vitrine bem organizada:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Anthro Windows (@anthrowindows)

Decoração de natal para loja infantil: 5 dicas para interior

1. Agende uma visita com o Papai Noel

Não tem como negar que o Natal é o feriado favorito das crianças. E um grande responsável por toda essa alegria é o Papai Noel.

Então analise bem a disposição da sua loja e reserve um cantinho só pra ele. Seu orçamento é mais apertado? Use a criatividade e crie um ponto instagramável para os pequenos. Não precisa de muita coisa, basta um banquinho, luzes coloridas e uma pelúcia do bom velhinho.

Agora, se você deseja atrair mais pessoas para a sua loja e tem mais liberdade no seu orçamento, pense em contratar um Papai Noel para tirar uma foto com a criançada.

Os pequenos vão ficar super emocionados de ver o bom velhinho tão de perto, e os pais e responsáveis vão amar ter essa foto de recordação.

Decoração de natal para loja infantil

2. Inspire-se na cultura local

Eu sei! Quando pensamos em Natal, a imagem que vem à nossa cabeça não é a de um Papai Noel de sunga e Havaianas. Mas você não precisa sair de um extremo ao outro para garantir um toque personalizado à sua decoração.

Imagine, por exemplo, que a sua cidade se destaca no cultivo de flores. Pesquise quais são as flores da estação e incorpore algumas à sua decoração.

O foco da sua cidade são os doces? Encomende quitutes de produtores locais para compor a sua decoração de natal para loja infantil.

Fazendo isso você se destaca da concorrência, cria algo único, fomenta a produção local e ainda cria conexões com a sua comunidade.

3. Decoração e conforto devem andar lado a lado

Um erro muito comum é se deixar levar pela empolgação e esquecer de duas coisas: 1) a decoração é um complemento, o foco é dos produtos e 2) seus clientes precisam conseguir circular dentro da loja.

Então, se você tem um espaço reduzido na sua loja, opte por decorações menores, ou use decorações de parede.

4. Evoque emoção

Criar um espaço bonito não é difícil, mas será que você é capaz de criar uma atmosfera que emocione os seus clientes?

Traga elementos pessoais para a decoração — como fotos dos colaboradores com suas famílias e objetos cenográficos, como brinquedos de madeira, ursos de pelúcia, balões, e luzes.

5. Espalhe cartões de presente por toda a decoração

As lojas geralmente colocam vales-presente e certificados perto das caixas registradoras para compras por impulso. No entanto, colocar cartões-presente em vários locais em uma loja pode incentivar os consumidores a comprar além de outros itens pelos quais vieram especificamente.

– Leia também: Vitrine criativa infantil: dicas para chamar a atenção das crianças e pais

Seja um revendedor Yuk’s!

Desde 1993, a Yuk’s trabalha para oferecer roupas de tecidos que promovam o conforto e a mobilidade necessários para as crianças brincarem e se desenvolverem.

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique aqui para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

– Leia também: Decoração de carnaval para loja infantil: 10 ideias criativas para vitrine e interior

como-revender-roupas-infantis-com-a-Yuks

Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

Não importa se você tem uma loja, se vende seus produtos em casa ou se vai de porta em porta atrás de clientes, seu objetivo deve ser o lucro. E para garantir a lucratividade do seu negócio no setor de moda para crianças, você precisa saber como precificar roupas infantis.

 

Adotar uma boa estratégia de precificação te ajuda a atrair bons clientes, aumenta o número de vendas e, consequentemente, impacta o seu faturamento.

 

Falando assim parece simples. Mas, na verdade, quando falamos especificamente da precificação de roupas infantis, sabemos que muitas coisas estão envolvidas no processo de compra. Valor, tendências, qualidade, design das peças e a marca das roupas são alguns dos fatores que o cliente considera no momento da compra.

 

Para te ajudar nessa missão, vamos falar aqui sobre como precificar roupas infantis. Continue lendo e confira:

 

  • O que é precificação?
  • Como precificar roupas infantis? Conheça 3 formas de precificação
  • Seja um revendedor Yuk’s!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

O que é precificação?

Precificação é a técnica utilizada para atribuir algum valor/preço a um determinado produto ou serviço. 

 

Sendo: 

 

  • Preço: determinada quantia paga por um produto ou serviço;
  • Valor: importância atribuída ao produto/serviço e o que ele proporciona para o cliente. Portanto, o valor não pode ser estimado em dinheiro e pode ser diferente para cada cliente.

 

Agora que você sabe o que é precificação e como diferenciar preço de valor, podemos avançar para os principais tipos de precificação.

 

Como precificar roupas infantis? Conheça 3 formas de precificação

Toda estratégia tem seus pontos positivos e negativos. Então ao escolher a sua estratégia de precificação, é importante entender quais os tipos que existem e com isso definir qual o modelo ideal para o seu negócio.

 

1. Precificação baseada na concorrência 

Como o próprio nome sugere, essa estratégia de precificação se baseia no estudo dos preços adotados pelos concorrentes. Talvez esse seja o método mais simples e, por isso, é amplamente adotado por varejistas.

 

A precificação com base na concorrência é uma boa ferramenta para garantir o valor competitivo. Uma vez que ela permite que seus preços não sejam nem muito abaixo nem muito acima do que é cobrado no mercado.

 

Além disso, ele permite que você entenda como funciona a precificação na sua região (no caso de lojas físicas e presenciais) e na internet.

 

No entanto, é importante considerar que sua realidade nem sempre é igual a do seu concorrente. Então, ao usar a precificação baseada na concorrência, liste seus custos, objetivos e margem de lucro desejada.

 

Passo a passo: precificação baseada na concorrência

  1. Levante quais são os concorrentes e faça uma pesquisa de preços: Identifique quais são os produtos, qualidade, diferencial, forma de pagamento e, é claro, o preço;
  2. Compare os preços identificados com os produtos do seu estoque: Coloque tudo em uma planilha e cruze as informações levantadas para entender os preços praticados;
  3. Use as informações obtidas para definir o seu preço: Juntou todos os dados necessários? Agora é hora de usar essas informações para definir o preço dos seus produtos.

 

2. Precificação com base na demanda

A lei da oferta e da procura pode influenciar a sua precificação. Por exemplo, durante eventos esportivos como a Copa do Mundo, a procura por blusas da seleção brasileira cresce consideravelmente. Portanto, revendedores podem aumentar o preço, com base na busca.

 

Dessa forma, podemos dizer que a precificação baseada na demanda determina o preço de um produto ou serviço de acordo com o valor atribuído a ele por seus clientes. Ou seja, são baseados no que o seu cliente está disposto a pagar.

 

Passo a passo: precificação com base na demanda

  1. Selecione o público-alvo: Selecione e estude os hábitos de compra do seu público-alvo. Apenas assim você será capaz de atraí-lo até a sua loja;
  2. Faça uma pesquisa com clientes e prospects: Agora que você já selecionou o seu público, chegou a hora de fazer uma pesquisa. Utilize-a para entender quais são os pontos que ele percebe de valor na sua marca e no seu produto;
  3. Organize e apure os dados: Depois que encerrar sua pesquisa, “planilhe” e organize cada resposta. A partir desses dados, você deverá ser capaz de identificar qual valor o público está vendo na sua marca e nos seus produtos.

 

3. Precificação baseada nos custos

Nesta metodologia, o varejista deve calcular todos os custos envolvidos na fabricação, execução, transporte do seu produto e a partir daí adicionar a margem de lucro. Chegando assim ao preço de venda do produto/serviço.

 

Essa estratégia também pode ser conhecida como mark-up (índice aplicado sobre o custo de um produto ou serviço ).

 

Passo a passo: precificação baseada nos custos

  1. Comece levantando os custos dos produtos: Se você fabrica, considere os custos de fabricação. Se cuida apenas da revenda, considere os valores de transporte, embalagens, etc.
  2. Inclua suas despesas na conta: As despesas são os gastos que não estão diretamente ligados ao produto, como o aluguel da sua loja. Por isso, coloque todas as despesas no papel para fazer o próximo cálculo do lucro;
  3. Defina o percentual de lucro sobre a venda: Agora que você sabe quais são os custos e despesas sobre a venda pense: quanto você deseja lucrar? Use isso para definir o seu preço de venda.

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Seja um revendedor Yuk’s!

Somos uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Desde 1993, a Yuk’s trabalha para oferecer roupas de tecidos que promovam o conforto e a mobilidade necessários para as crianças brincarem e se desenvolverem.

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique no banner para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: Revender roupa infantil: entenda por que esse é um bom negócio

 

Banner para contato com a Yuk's

 

Revender roupa infantil: entenda por que esse é um bom negócio

Não importa se você é um pequeno empreendedor ou se é uma loja local que busca diversificar o catálogo. Revender roupa infantil é uma atividade que vem se destacando cada vez mais!

 

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de moda faturaram cerca de R$ 22 bilhões em 2021. E quem optou por investir na revenda de roupas infantis saiu na frente.

 

Deborah Lima Machado, consultora sênior de negócios da Goakira destaca algumas vantagens do setor. Segundo ela, o investimento no setor de roupas infantis é menor que nos demais e “permite o retorno de investimento 24 ou 36 meses – em alguns casos, até menos do que isso”.

 

Se interessou pelo tema? Continue a leitura e confira: 

 

  • Por que investir em roupa infantil para revenda?
  • Roupa infantil direto da fábrica: qual é a margem de lucro esperada?
  • 3 dicas para revender roupa infantil
  • Como a Yuk’s pode te ajudar a revender roupa infantil?

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Por que investir em roupa infantil para revenda?

Com tantas opções de revenda disponíveis, é importante entender o contexto atual dos setores antes de escolher qual produto revender. Em matéria publicada em junho de 2022 pelo Sebrae, o Instituto avaliou o mercado de moda infantil como grande e lucrativo. 

 

Vamos conferir o que dizem os números?

 

Mesmo com vários setores em recessão, o setor têxtil conseguiu continuar crescendo. A Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) apontou que, em 2021, além de crescer em média 6% ao ano no Brasil, a moda infantil representa 16% do setor têxtil nacional.

 

Além disso, a moda infantil é um dos poucos nichos em que é fácil manter o relacionamento com o cliente e estimular a recompra. Afinal, já reparou na velocidade em que os bebês crescem? 

 

Ao investir, por exemplo, em uma marca de roupa infantil que vista crianças de 0 aos 3 anos, você ganha a oportunidade de vestir os pequenos por muito tempo!

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Roupa infantil direto da fábrica: qual é a margem de lucro esperada?

 

Agora que você já sabe que a revenda de roupas infantis tem potencial, é hora de analisar outros aspectos. Dessa vez mais voltados para o seu negócio. Vamos a eles?

 

Bom, vamos começar falando sobre a margem de lucro. Esse indicador financeiro equivale à porcentagem do preço de um produto ou serviço que corresponde ao lucro da empresa.

 

Enquanto lojas de roupa infantil possuem uma margem de lucro de até 30%, a margem de lucro da revenda de roupas infantis pode chegar até 100%. Isso porque os revendedores não possuem custos fixos e variáveis tão altos quanto os lojistas.

 

Ficou empolgada, mas não sabe por onde começar? No próximo tópico abordamos dicas que vão te ajudar a montar uma estratégia de sucesso.

 

3 dicas para revender roupa infantil

1. Saiba onde você vai revender as roupas infantis

Pense na estrutura que você tem disponível e no quanto está disposto a investir. Com isso em mente, considere qual a melhor opção para você: abrir uma loja em um espaço físico, montar uma loja virtual, trabalhar com a venda de roupa infantil em domicílio ou vender em casa.

 

2. Identifique seu público-alvo

O público-alvo fica mais claro conforme você vai aprendendo sobre o seu produto. Por exemplo, se você pensa em revender roupinhas para recém nascidos, seu público-alvo são pais, tios, avós e padrinhos. 

 

Mas, se você também deseja revender roupinhas para crianças de até 3 anos, seu pequeno cliente também deve ser considerado!

 

Sim, a gente sabe que no final das contas são os adultos que vão efetuar a compra. Mas escolher produtos de qualidade, com estampas divertidas e malhas confortáveis vão conquistar pais e filhos.

 

3. Divulgue seus produtos

Uma boa divulgação é o primeiro passo para garantir que o seu público saiba sobre você. Para escolher a que melhor atende às suas necessidades, é importante considerar alguns pontos.

 

Por exemplo, você planeja abrir uma loja virtual? Nesse caso deve concentrar o seu tempo e investimentos em ações online – seja por meio das redes sociais, blog, site ou anúncios pagos.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Yuk’s (@yuksoficial)

 

Mas se seus planos incluem uma loja física também é importante incluir ações de marketing offline como eventos presenciais, rodas de conversa, além de garantir que o espaço seja bonito e acolhedor.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil?

 

Como a Yuk’s pode te ajudar a revender roupa infantil?

A chave para obter sucesso ao revender roupa infantil é oferecer produtos de qualidade. Afinal, mamães e papais precisam de roupinhas duráveis (que aguentem as lavagens sem esgarçar ou desbotar) e as crianças precisam de tecidos que ofereçam o conforto e a mobilidade necessários para se desenvolverem.

 

Mas você já percebeu como é difícil encontrar no mercado, produtos com essas qualidades num valor competitivo? Nós também! Por isso, desde 1993 a Yuk’s trabalha para atender a essa necessidade do mercado.

 

Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique abaixo para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: A importância de ter marcas de qualidade na sua loja de roupa infantil

 

Banner para contato com a Yuk's