Campanha de Black Friday da sua loja infantil: 10 ações para impulsioná-la

A Black Friday é um dos eventos mais aguardados e lucrativos do ano para o varejo, e as lojas infantis não são exceção. Afinal, para os pais e cuidadores, é a oportunidade perfeita para adquirir produtos de qualidade para seus pequenos a preços irresistíveis, não é mesmo? No entanto, para que uma campanha de Black Friday seja verdadeiramente bem-sucedida, é essencial ir além da definição de alguns descontos e promoções. 

 

Sendo assim, neste artigo, vamos explorar 10 ações estratégicas que devem ser implementadas para impulsionar a data na sua loja física ou e-commerce, desde o planejamento cuidadoso até o dia do evento. Acompanhe!

 

O que é e quando acontece a Black Friday 2023?

A Black Friday é um evento de compras anual que teve origem nos Estados Unidos e tradicionalmente ocorre na quarta sexta-feira de novembro, um dia após o feriado de Ação de Graças. Durante a data, varejistas oferecem descontos significativos em uma ampla variedade de produtos, incentivando os consumidores a fazerem compras para aproveitar as ofertas especiais.

 

Não é à toa que o evento se espalhou para muitos outros países ao redor do mundo, sendo marcado, principalmente, por uma corrida de consumidores em busca das melhores promoções.

 

No Brasil isso não é diferente e, inclusive, é normal encontrar lojas que não só disponibilizam ofertas na data, como também na semana da Black Friday ou até mesmo em todo o mês de novembro. 

 

Em 2023, o evento está marcado para acontecer no dia 24 de novembro, por isso é importante começar a se planejar desde já e até mesmo analisar a possibilidade de estender as promoções por mais tempo.

 

Importância da data para lojas físicas e online

Seja para lojas físicas ou e-commerces, as campanhas de Black Friday desempenham um papel de extrema importância na hora de impulsionar as vendas de fim de ano e gerar maior visibilidade para as marcas.

 

No caso das lojas físicas, há um aumento significativo no fluxo de clientes e a oportunidade de alcançar novos compradores, além da possibilidade de promover uma “queima” de estoque, o que abre espaço às novas coleções e mercadorias.

 

Em uma outra ponta, as lojas online também colhem benefícios significativos com Black Friday. Dentre eles, destacam-se a capacidade de alcançar um público maior e a de coletar dados dos clientes com mais facilidade, o que ajuda a estruturar campanhas para fortalecer o relacionamento ao longo do ano todo.

 

Ou seja, trata-se de um evento essencial para o varejo, e ambas as modalidades de comércio podem aproveitar ao máximo essa data para atrair clientes, aumentar as vendas e consolidar sua presença no mercado infantil

 

Entretanto, é importante lembrar sempre que o sucesso da campanha de Black Friday para a sua loja infantil vai depender da adaptação às expectativas dos consumidores, criação de promoções atraentes e uma experiência de compra excepcional, independentemente do canal escolhido.

 

10 ações para impulsionar a campanha de Black Friday

Agora que você já sabe qual é a importância da Black Friday para impulsionar as vendas do varejo, é hora de conferir 10 ações para preparar uma campanha de sucesso para 2023. Vamos lá?

 

1. Faça seu planejamento com antecedência

Fazer um planejamento com antecedência é um dos pilares fundamentais para o sucesso de uma campanha de Black Friday em uma loja infantil. Afinal, só assim você consegue ter uma visão clara de seus objetivos e estratégias, além de garantir que nada seja deixado para a última hora. 

 

O ideal é pensar em metas específicas de vendas, alcance de público-alvo e aumento na fidelidade do cliente, além de fazer uma seleção cuidadosa de produtos-chave que vão compor as ofertas, ajudando a concentrar os esforços de marketing nos itens mais estratégicos. 

 

Outro ponto importante é criar um calendário de ações para que a equipe se organize e execute cada etapa do plano de forma eficiente, desde a criação de materiais promocionais até a preparação da equipe de atendimento ao cliente, assegurando que tudo esteja alinhado e pronto para o grande dia (ou dias) da Black Friday.

 

2. Crie ofertas atraentes para a persona

A criação de ofertas e descontos irresistíveis é uma das chaves para o sucesso durante a campanha de Black Friday. Afinal, os pais estão constantemente em busca de oportunidades para economizar em produtos de qualidade para suas crianças, e a data é perfeita para atender a essa demanda. 

 

Porém, para que realmente faça sentido participar do evento, é essencial que as promoções sejam genuínas. Ou seja, os descontos oferecidos devem ser significativos, reais e focados na persona que você deseja atingir. 

 

Além disso, precisam ser destacados de maneira eficaz, tanto online quanto nas vitrines das lojas físicas, para atrair a atenção dos compradores desde o início e incentivá-los a explorar os produtos e aproveitar as ofertas.

 

– Leia também: Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

 

3. Organize seu estoque

Antes do início da temporada de vendas, é fundamental realizar uma análise detalhada do estoque para identificar os produtos mais populares e aqueles que têm maior potencial de venda durante a Black Friday. 

 

Com base nessa avaliação, você pode fazer pedidos adicionais para garantir que haja estoque suficiente para atender à demanda e evitar problemas como falta de itens muito procurados ou excesso de produtos que não têm muita saída.

 

Junto a isso, ao longo do evento, é importante monitorar em tempo real as vendas e a disponibilidade de produtos para tomar decisões rápidas, como reabastecimento ou realocação de estoque entre lojas físicas e online, conforme necessário.

 

Catlalogo-de-roupas-infantis-para-revenda-Yuks

 

4. Planeje seu orçamento da campanha de Black Friday

Começando com uma avaliação cuidadosa dos recursos financeiros disponíveis, é possível definir um orçamento realista para a campanha de Black Friday, que envolva alocação de verba para marketing, estoque adicional, pessoal temporário e eventuais despesas operacionais.

 

Além disso, o planejamento de orçamento também inclui a identificação de estratégias para maximizar o retorno do investimento (ROI). Isso pode envolver a seleção de canais de marketing que oferecem o melhor custo-benefício, como publicidade online direcionada ou campanhas de e-mail segmentadas, por exemplo.

 

5. Promova as ofertas nas redes sociais

A utilização de redes sociais como parte integrante da estratégia de marketing durante a Black Friday é uma tática poderosa para lojas infantis. Isso porque elas oferecem um alcance significativo e a capacidade de se envolver diretamente com o público-alvo.

 

Sendo assim, para aproveitar aproveitar ao máximo as suas mídias para a campanha, você pode:

 

  • criar um cronograma de postagens estratégicas que destaquem suas ofertas e promoções especiai;
  • pensar em sorteios ou outras ações que incentivem a participação ativa dos seguidores;
  • compartilhar conteúdo relevante sobre os produtos infantis e outras dicas que sejam relevantes para o seu nicho;
  • investir em anúncios pagos para alcançar um público ainda maior. Afinal, as redes sociais oferecem opções avançadas de segmentação, permitindo direcionar suas mensagens para pessoas com interesses específicos, como pais de crianças de determinada faixa etária.

 

– Leia também: Enquetes para loja infantil: como usá-las para divulgar sua marca no Instagram e outras redes sociais?

 

6. Busque por parcerias para a campanha de Black Friday

A busca por parcerias e colaborações envolve unir forças com influenciadores, outras lojas infantis complementares ou marcas que compartilhem um público-alvo semelhante, de forma a atrair uma audiência mais ampla para a sua loja e as ofertas definidas para a campanha de Black Friday.

 

Mas, para que essa estratégia seja um sucesso, é importante buscar influenciadores que realmente sejam relevantes para o seu nicho ou outros tipos de negócio que, juntamente com os seus produtos, ajudem a atender às diferentes necessidades dos pais. 

 

7. Desenvolva e-mails estratégicos

Para quem trabalha com marketing digital, o e-mail oferece um canal de comunicação direta com os clientes e permite desde a construção de expectativa antes da data até o envolvimento durante toda a campanha de Black Friday. 

 

Sendo assim, é crucial planejar um calendário que destaque diferentes aspectos do evento, incluindo uma chamada antecipada para a data, prévias de produtos, informações sobre descontos, detalhes sobre brindes especiais e muito mais. 

 

Além disso, a segmentação da lista de e-mails com base em critérios como histórico de compras e preferências do cliente permite o envio de mensagens altamente direcionadas, o que aumenta ainda mais as chances de conversão durante a Black Friday.

 

8. Invista em anúncios de remarketing

O remarketing é uma estratégia fundamental para otimizar as conversões durante a campanha de Black Friday de uma loja infantil – principalmente quando falamos sobre e-commerce. Isso porque essa abordagem permite reengajar de forma eficiente os visitantes do site que demonstraram interesse, mas não concluíram suas compras. 

 

Os anúncios desse tipo de campanha são configurados para aparecer em sites e redes sociais frequentemente visitados pelos usuários que abandonaram o site antes de finalizar uma compra. Ao aproveitá-los para destacar as ofertas da Black Friday, é possível criar um incentivo a mais para o retorno desses clientes em potencial. 

 

9. Aproveite a data para captar novos leads

Durante esse período de grande movimentação no site ou loja física, é possível aproveitar o aumento do tráfego e do interesse dos consumidores para expandir sua lista de leads. Uma maneira eficaz de fazer isso é oferecer descontos exclusivos, brindes ou participação em sorteios, em troca das informações de contato dos visitantes, como endereços de e-mail. 

 

Esses leads recém-capturados podem ser nutridos ao longo do ano com conteúdo relevante, promoções sazonais e informações sobre produtos, construindo relacionamentos duradouros e transformando potenciais compradores em clientes fiéis. 

 

Junto a isso, a segmentação adequada desses contatos com base em preferências e comportamentos de compra pode melhorar ainda mais a eficácia das campanhas de marketing no futuro, garantindo que as estratégias de aquisição de leads da Black Friday tenham um impacto duradouro para a sua loja infantil.

 

10. Organize sua equipe de vendas e atendimento

Por fim, manter um atendimento excepcional é fundamental durante a Black Friday. Afinal, só assim é possível conquistar a confiança dos consumidores e garantir o sucesso da campanha. 

 

Para isso, a equipe de atendimento deve estar prontamente disponível para responder às dúvidas dos clientes, seja pessoalmente, por telefone, chat online ou e-mail, proporcionando informações claras e precisas sobre produtos, promoções e políticas da loja. 

 

Além disso, a resolução ágil de problemas é essencial para assegurar que qualquer questão, como problemas de pagamento ou de entrega, seja tratada prontamente, minimizando o impacto negativo na experiência de compra do cliente. 

 

Prepare-se para a Black Friday com a Yuk’s!

Oferecer produtos de qualidade é fundamental para o sucesso na revenda de roupas infantis durante a Black Friday e ao longo do ano. E é exatamente a isso que a Yuk’s se dedica!

 

Somos uma marca de roupas para crianças que atende tanto o público B2C como o B2B, sendo uma loja e uma revendedora de roupas infantis ao mesmo tempo. Sendo assim, trabalhamos com coleções que oferecem um mix perfeito de peças neutras e divertidas, permitindo que os pais criem looks adequados para todas as ocasiões.

 

Presente no mercado desde 1993, o segredo do nosso sucesso está na escolha de tecidos de algodão brasileiro que entregam o conforto necessário para que as crianças possam se movimentar livremente no dia a dia.

Aproveite a oportunidade de fazer parte da revenda de moda infantil de qualidade com a Yuk’s. Clique no banner abaixo para descobrir as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas do segmento e esteja preparado para uma Black Friday de sucesso!

 

como-revender-roupas-infantis-com-a-Yuks

12 ideias criativas para loja infantil de roupas

Relacionamento, marketing e venda são os pilares de sucesso para qualquer empresa. Por isso, nesse artigo você encontrará 12 ideias criativas para loja infantil, que vão desde ações promocionais até dicas de relacionamento e decoração. Ficou curiosa? Continue lendo!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

12 ideias criativas para loja infantil

1. Ofereça um espaço acolhedor para as crianças

Levar os pequenos para comprar roupas e convencê-los a cooperar é um desafio. Mas você pode facilitar essa missão para os pais e responsáveis.

 

Se puder, separe um espaço na loja para que as crianças possam brincar. Não precisa gastar muito! Uma mesinha com lápis de cor e alguns livrinhos de colorir com certeza vão fazer sucesso com os baixinhos de todas as idades!

 

2. Decoração é tudo!

Não dê ouvidos a quem disser que a decoração é um supérfluo. Muito pelo contrário! Através da decoração, tanto da vitrine infantil como do interior da loja, você:

 

  • Atrai a atenção de clientes;
  • Estabelece a identidade da marca;
  • Cria um ambiente agradável para pais e crianças.

 

Além disso, uma organização bem estruturada, te ajuda a destacar as peças mais interessantes do seu estoque, e ainda facilita a navegação dos clientes dentro da loja.

 

Aqui no blog já produzimos alguns artigos com dicas de decoração para loja infantil. Então, se você quiser saber mais sobre o tema, leia nossos artigos “10 dicas de decoração de carnaval para loja infantil” e “10 dicas de decoração de natal para loja infantil“.

 

3. Participe ativamente na sua comunidade

Cada vez mais, consumidores buscam marcas que compartilhem dos mesmos valores que eles, e que estejam envolvidas com os projetos da cidade ou do bairro.

 

Se esse ponto for importante para você também, existem algumas iniciativas que você pode tomar. Por exemplo, cadastrar a sua loja como ponto de coleta para agasalhos, brinquedos e alimentos sempre que houver algum programa local.

 

É um gesto simples, sem custos adicionais, mas que mostra o quanto você e a sua loja estão envolvidos com a comunidade na qual você está inserido.

 

4. Faça eventos para lançamentos de coleção e queima de estoque

Já imaginou o impacto que um desfile infantil pode causar nas vendas da sua coleção? Por essas e outras que cada vez mais marcas vêm realizando eventos de lançamento e queima de estoques.

 

Eles podem ser focados em influenciadores ou apenas para os melhores clientes. Aqui, o foco é garantir um fluxo constante de pessoas visitando a sua loja, além de gerar um buzz nas redes sociais, colocando a sua marca em evidência.

 

5. Tenha presença online

Falando nelas, hoje em dia não dá para empreender sem ter presença online! Use as redes sociais para mostrar o dia-a-dia da loja, avisar sobre promoções e a chegada de novas coleções, além de aproveitar essa ferramenta para criar um relacionamento com o seu público.

 

Além de vender, as redes sociais são um canal de conexão entre você e o seu público. Então além dos conteúdos de venda, aproveite para postar sobre maternidade, educação infantil e, sempre que possível, compartilhe suas experiências pessoais.

 

– Leia também: Enquetes para loja infantil: como usá-las para divulgar sua marca no Instagram e outras redes sociais?

 

6. Faça parceria com influenciadores

Já pensou o que aconteceria se mais pais, mães e responsáveis soubessem da existência da sua loja? É isso que acontece quando você investe em bons influenciadores.

 

Eles têm alcance amplo nas redes sociais, atingindo diretamente o público-alvo de pais e cuidadores. Através de conteúdos criativos e que geram identificação, os influenciadores podem destacar a qualidade, estilo e atrativos das roupas, gerando confiança e interesse na marca.

 

7. Ofereça mais de um canal de compra

Redes sociais, sites e WhatsApp são ótimos canais de compra e te permitem alcançar compradores que nem sempre têm a oportunidade de visitar o seu estabelecimento.

 

Conte com bons profissionais para te ajudar na implementação desses canais e, quanto estiverem prontos, comunique aos seus clientes.

 

8. Tenha cartões de fidelidade

Se você investe em produtos de qualidade, tem uma comunicação sólida e bons canais de comunicação, é hora de investir em ações de relacionamento e uma das mais importantes é o cartão de fidelidade.

 

Eles oferecem benefícios, descontos, brindes ou pontos acumulativos que os clientes podem resgatar em troca de compras repetidas ou outros tipos de engajamento contínuo com a marca.

 

A ideia por trás dos cartões de fidelidade é construir um relacionamento mais sólido entre a empresa e seus clientes, aumentando as chances de ele voltar e consumir mais vezes.

 

9. Faça concursos culturais

Concursos culturais são uma maneira de interagir com os clientes, aumentando o engajamento com a marca. Além disso, eles ajudam a criar um senso de comunidade entre os pais, tornando-os mais propensos a retornar à loja.

Os concursos também estimulam a divulgação boca a boca, aumentando a visibilidade da loja. E proporcionam oportunidades para mostrar produtos e destacar a identidade da marca.

 

10. Receba feedbacks dos seus clientes

Além de serem um ótimo conteúdo de divulgação para a sua marca, os feedbacks dos clientes oferecem insights valiosos, através dos quais é possível identificar pontos de melhoria e pontos fortes.

 

Portanto, para expandir e consolidar sua presença no mercado, é fundamental escutar atentamente os clientes. Abrangendo desde a avaliação da experiência com seus produtos, até a satisfação de necessidades e desejos.

 

11. Promoções com descontos progressivos

As promoções de desconto progressivo  incentivam compras maiores, à medida que os clientes ganham mais descontos com mais itens adquiridos, aumentando o valor do carrinho de compras.

 

Isso impulsiona o ticket médio e a receita. Além disso, tais promoções criam um senso de urgência, atraindo a atenção dos pais para explorar mais produtos e aproveitar as condições limitadas.

 

A estratégia também fideliza clientes, promovendo a repetição de compras para alcançar descontos maiores.

 

12. Faça ações na sua loja

São consideradas ações de ponto de venda, todas as atividades realizadas no ambiente de venda, com o objetivo de influenciar o comportamento de compra do consumidor e, consequentemente, aumentar as vendas.

 

Elas oferecem ao consumidor a oportunidade de explorar os produtos e conhecer a fundo o catálogo da sua loja.

 

Dessa forma, as lojas que conseguem criar um ambiente agradável e atraente, com displays, iluminação adequada, materiais promocionais e outras estratégias, conseguem atrair a atenção do cliente e incentivá-lo a comprar mais.

 

Além disso, as ações comerciais no ponto de venda são fundamentais para a fidelização de clientes. Ao oferecer uma experiência de compra positiva, as empresas conseguem criar um vínculo emocional com seus clientes, aumentando as chances deles voltarem a comprar no futuro e até mesmo de indicar a marca para amigos e familiares.

 

Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Seja um revendedor Yuk’s!

Oferecer produtos de qualidade é a chave para o sucesso na revenda de roupa infantil. Afinal, pais e mães procuram por roupas duráveis, que suportem as lavagens sem desbotar ou desgastar, enquanto as crianças precisam de tecidos confortáveis que lhes proporcionem mobilidade e desenvolvimento adequado.

 

Porém, é difícil encontrar no mercado produtos que possuam essas qualidades e ainda tenham um preço competitivo. É por isso que a Yuk’s tem se dedicado desde 1993 a atender a essa necessidade do mercado infantil.

 

Somos uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro que oferecem todo o conforto que as crianças precisam para se movimentar. Além disso, nossas coleções contam com um mix perfeito de peças neutras e divertidas, permitindo que os pais criem looks para todas as ocasiões.

 

Junte-se a nós na revenda de moda infantil de qualidade! Clique no banner abaixo para descobrir as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas do segmento.

 

Banner para contato com a Yuk's

Inauguração de loja infantil: 10 dicas de como fazer

Preparar uma inauguração de loja infantil pode ser um desafio e tanto, principalmente se é a sua primeira experiência com o mercado infantil.

 

Afinal, é preciso conquistar tanto as crianças quanto os adultos, pois são eles que decidem sobre a compra.

 

Porém, com um planejamento adequado, é possível arrasar neste momento e chamar a atenção para a sua marca. A chave está em combinar elementos que atraiam as crianças e que também despertem a nostalgia dos adultos.

 

Quer descobrir como preparar a inauguração perfeita para a sua loja infantil? Confira este artigo completo e aproveite todas as dicas! Boa leitura!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

10 dicas para arrasar na inauguração de loja infantil

Quer saber como fazer uma inauguração de loja infantil? Estas 10 dicas vão te ajudar a criar um momento especial para seus clientes e para a sua marca.

 

1. Transforme a inauguração em um momento especial

Um momento tão especial como a inauguração do seu negócio merece uma comemoração em grande estilo. Para celebrar as suas conquistas e para iniciar o seu relacionamento com os seus clientes.

 

Varejistas, influenciadores e quaisquer meios de comunicação que possam estar interessados em cobrir o seu evento. Essa é uma ótima maneira de gerar publicidade positiva para a sua nova loja.

 

2. Planeje eventos na loja

Inaugurar uma loja é muito mais que apenas abrir as portas e permitir que os consumidores entrem e comprem.

 

Pense em tornar sua inauguração uma ocasião única. No caso de uma loja infantil, por exemplo, pode ser uma tarde de brincadeiras para as crianças, um um curso voltado para mamães de primeira viagem. O importante é criar um evento exclusivo relacionado aos seus produtos.

 

3. Crie expectativa nas redes sociais

Depois de decidir seus planos para a inauguração, é hora de começar a espalhar a notícia. Use as redes sociais, e-mail e o bom e velho boca a boca para informar as pessoas sobre o seu evento.

 

Utilize plataformas conhecidas como Facebook, Instagram e TikTok para deixar seu público animado com a abertura da sua nova loja.

 

Você pode usar hashtags, realizar concursos e postar prévias da loja antes do grande dia. Nesse caso, criar um evento oficial no Facebook também é uma jogada inteligente. Como ele aparece nas buscas locais, isso ajudará a promover a sua inauguração.

 

Dessa forma, mesmo que um usuário do Facebook nunca tenha ouvido falar do seu negócio, eles podem encontrar o seu evento se estiverem procurando coisas para fazer na vizinhança.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil?

 

4. Ofereça brindes e descontos

Ofereça aos seus clientes promoções e descontos especiais no dia da inauguração. Você também pode oferecer brindes, cartões de fidelidade ou realizar um sorteio de prêmios maiores. Isso incentivará as pessoas a irem à sua loja e conferirem as novidades, mesmo depois da grande inauguração.

 

5. Convide clientes especiais para uma pré-inauguração

Pense na pré-inauguração como um evento VIP reservado para amigos, familiares, clientes frequentes, investidores e outras pessoas com vínculos próximos com a empresa ou proprietário.

 

Começar com uma pré-inauguração permite que você comece a criar expectativa e antecipação para o seu evento principal.

 

Durante a pré-inauguração, você pode reunir imagens, avaliações e outros conteúdos para usar na promoção da inauguração oficial. Você ainda pode incentivar as inscrições por e-mail ou seguir nas redes sociais se não quiser realizar um evento público importante, realizando um lançamento discreto.

 

Isso pode ser feito por meio de um evento somente com convite ou fornecendo aos seus apoiadores um link de acesso antecipado e um código de desconto.

 

6. Sinalize o seu endereço

Para visitar a sua loja, seus clientes precisam saber onde você está! Portanto, é importante que você se certifique de que sua loja seja facilmente identificável colocando placas em locais estratégicos pela cidade.

 

Aqui estão mais algumas sugestões para sinalização comercial:

 

  • Use ads voltados para a sua localização: Assim, pessoas que vivem ou trabalham perto da sua loja verão anúncios da sua inauguração;
  • Balões, faixas e placas: Essas adições divertidas podem chamar a atenção para a sua loja;
  • Distribua panfletos: Divulgue a existência da sua nova loja distribuindo panfletos nas áreas residenciais próximas à sua localização.

 

7. Se envolva com a sua comunidade

Uma estratégia fantástica para atrair clientes para a sua inauguração é colaborar com uma instituição de caridade local para arrecadar fundos para seus projetos.

 

Estabelecer sua marca como solidária e atrair uma população generosa pode ser feito por meio de arrecadação de fundos, patrocínios e doações diretas.

 

Escolha uma instituição de caridade que seja próxima ao seu coração ou que apoie a sua comunidade e destine os recursos obtidos na inauguração para essa causa.

 

8. Faça parcerias com outras empresas

Verifique se as empresas da região estão dispostas a fazer parceria com você para a sua inauguração.

 

Você pode convidar diversos fornecedores para participar do seu evento, e as opções são infinitas. Parcerias empresariais expõem sua marca a um público específico e já estabelecido, que já confia nela.

 

Você também pode se unir a uma loja próxima para uma promoção conjunta ou um sorteio, preferencialmente uma que não seja concorrente direta.

 

9. Capriche a trilha

Músicas animadas são um ótimo recurso para garantir um ambiente animado, divertindo as crianças e colocando os pais no clima da loja, ou até mesmo influenciar o consumidor a passar mais tempo na loja e até mesmo a comprar mais.

 

10. Mantenha a loja limpa, espaçosa e convidativa

Vá além com a decoração. Adicione elementos interativos, como cabines de fotos ou estações de colorir configuradas em toda a sua loja.

 

Por fim, garanta que sua equipe seja amigável e acolhedora, para que todos que entrem se sintam parte da família. Divirta-se! As inaugurações acontecem apenas uma vez, então certifique-se de aproveitar esse momento importante!

 

– Leia também: Vitrine criativa infantil: dicas para chamar a atenção das crianças e pais

 

Banner para contato com a Yuk's

 

Ainda não está na fase de inauguração? No nosso blog você encontra um guia completo para montar a sua loja de roupas infantis. Leia nosso artigo “Como montar uma loja de roupas infantil? Confira guia completo“.

Como montar uma loja de roupas infantil? Confira guia completo

Se você está buscando informações sobre como montar uma loja de roupas infantil, é importante avaliar as possibilidades de investimento nesse mercado promissor. Segundo relatórios do Sebrae, em 2012, o mercado infantil movimentou cerca de R$16 bilhões e apresentou um crescimento de 14%.

 

Os números são ainda mais significativos quando consideramos o setor têxtil. A Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) divulgou que a moda infantil representa 16% do setor têxtil brasileiro, com um crescimento médio anual de 6%.

 

Além disso, as micro e pequenas empresas representam 90% do setor de vestuário infantil, o que destaca a possibilidade de sucesso na revenda de roupas para crianças.

 

Com uma loja de roupas infantil, você pode explorar a criatividade, acompanhar as tendências da moda e, principalmente, fazer parte do desenvolvimento das crianças, oferecendo produtos de qualidade e bom gosto para esse público tão especial.

 

Continue a leitura e confira as seguintes informações sobre o assunto:

 

  • Passo a passo de como montar uma loja de roupas infantil
  • Qual é o investimento necessário para abrir uma loja de roupa infantil?
  • Qual é a margem de lucro de uma loja de roupas infantil?
  • O que uma loja infantil precisa ter?
  • Como atrair clientes para loja infantil?
  • Seja um revendedor Yuk’s!

 

Passo a passo de como montar uma loja de roupas infantil

Montar uma loja de roupas infantil pode ser um empreendimento emocionante e gratificante.

 

Para começar, você precisará seguir alguns passos importantes para garantir que sua loja seja bem-sucedida.

 

Aqui está um passo a passo para ajudá-lo a montar uma loja de roupas infantil:

 

1. Faça uma pesquisa de mercado

Antes de abrir sua loja de roupas infantil, é importante realizar uma pesquisa de mercado para identificar as tendências e necessidades do mercado local. Analise a concorrência, os preços, as preferências dos clientes e as lacunas que podem ser preenchidas.

 

2. Escolha o local

Encontre um local para a sua loja que seja acessível, visível e adequado para o seu público-alvo. Considere fatores como tráfego de pedestres, estacionamento, visibilidade e custo do aluguel.

 

3. Defina seu público-alvo

Determine quem são seus clientes alvo. Você pode optar por se concentrar em um nicho específico, como roupas de bebê ou roupas para crianças de 2 a 10 anos, por exemplo.

 

4. Escolha seus fornecedores

Identifique os fornecedores de roupas infantis que oferecem produtos de qualidade a preços razoáveis. Considere fornecedores nacionais e internacionais e verifique suas avaliações de qualidade e confiabilidade.

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

5. Crie uma marca

Crie uma marca para sua loja que reflita a personalidade e a mensagem que deseja transmitir. Crie um logotipo para loja infantil, escolha um esquema de cores e crie um site e uma presença nas mídias sociais.

 

– Leia também: Como escolher nomes para loja de roupa infantil? Confira 7 dicas úteis

 

6. Adquira as licenças e autorizações necessárias

Certifique-se de obter as licenças e autorizações necessárias para operar sua loja de roupas infantil de acordo com as leis locais e estaduais. Isso pode incluir licenças comerciais, fiscais e de segurança.

 

7. Configure sua loja

Configure sua loja com um layout atraente e funcional. Considere a disposição dos racks de roupas, as áreas de mudança de provas, as áreas de exibição de produtos e a iluminação.

 

8. Contrate funcionários

Contrate funcionários que sejam qualificados e apaixonados por moda infantil. Eles devem ser capazes de ajudar os clientes a escolher roupas, responder perguntas sobre produtos e oferecer um excelente atendimento ao cliente.

 

9. Promova sua loja

Promova sua loja para atrair clientes. Considere a publicidade em mídia local, mídias sociais, criação de parcerias com escolas, participação em eventos infantis, além da realização de promoções especiais e programas de fidelidade.

 

Seguindo esses passos, você poderá criar uma loja de roupas infantil bem-sucedida. Lembre-se de que a dedicação e a perseverança são essenciais para superar as dificuldades iniciais e garantir o sucesso a longo prazo.

 

– Leia também: Inauguração de loja infantil: 10 dicas de como fazer

 

Qual é o investimento necessário para abrir uma loja de roupa infantil?

Antes de começar um novo negócio, é importante planejar financeiramente. Dessa forma, fica mais fácil prever os investimentos necessários e se preparar para montar a estrutura da sua loja.

 

Para te ajudar, montamos uma tabela com o investimento necessário para abrir uma loja de roupa infantil.

Despesa Custo Médio
Aluguel do espaço R$ 3.000 – R$ 5.000/mês
Reforma e decoração do espaço R$ 5.000 – R$ 10.000
Estoque inicial de produtos R$ 20.000 – R$ 30.000
Equipamentos e mobiliário (prateleiras, balcões, etc.) R$ 10.000 – R$ 15.000
Sistema de ponto de venda e controle de estoque R$ 5.000 – R$ 7.000
Marketing e publicidade inicial R$ 3.000 – R$ 5.000
Registro da empresa e licenças necessárias R$ 2.000 – R$ 3.000
Contratação e treinamento de funcionários R$ 8.000 – R$ 10.000
Capital de giro inicial R$ 20.000 – R$ 30.000
Seguro da loja R$ 1.500 – R$ 2.500

 

Tenha em mente que esses números são apenas uma estimativa e podem variar dependendo da localização, tamanho da loja e outras circunstâncias específicas.

 

Também é importante lembrar que esses valores remetem apenas aos custos iniciais. Ou seja, também é preciso considerar as despesas mensais regulares, como salários, aluguel, contas de energia, água, internet, telefone e outros custos operacionais.

 

Abrir uma loja física não faz parte dos seus planos? Tudo bem! Também elaboramos uma estimativa para empreendedores que querem saber como abrir uma loja virtual de roupas.

 

Despesa Custo Médio
Registro da empresa e licenças necessárias R$ 2.000 – R$ 3.000
Desenvolvimento do site e hospedagem R$ 5.000 – R$ 10.000
Compra de domínio R$ 100 – R$ 500/ano
Estoque inicial de produtos R$ 20.000 – R$ 30.000
Sistema de controle de estoque e vendas R$ 3.000 – R$ 5.000
Marketing e publicidade inicial R$ 3.000 – R$ 5.000
Embalagens e envio dos produtos R$ 2.000 – R$ 4.000
Capital de giro inicial R$ 20.000 – R$ 30.000
Seguro da loja virtual R$ 500 – R$ 1.500

 

Qual é a margem de lucro de uma loja de roupas infantil?

A margem de lucro de uma loja de roupas infantis gira em torno de 30%. Essa margem leva em consideração os custos fixos e variáveis que compõem o preço final de venda. Por outro lado, no caso da revenda de roupas, a margem de lucro pode chegar até 100%.

 

O que uma loja infantil precisa ter?

Para abrir e montar uma loja de roupas infantil, tanto em um espaço físico quanto virtual, é preciso ter algumas estruturas e processos básicos em funcionamento. Algumas das principais estruturas/processos necessários são:

 

Loja Offline:

  • Espaço físico adequado para receber clientes;
  • Mobiliário e decoração atrativos;
  • Sistema de iluminação adequado;
  • Estoque organizado;
  • Sistema de controle de estoque e vendas eficiente;
  • Sistema de segurança (câmeras, alarmes);
  • Funcionários capacitados e treinados para atendimento ao cliente;
  • Materiais de apoio para o atendimento (sacolas, embalagens, etiquetas, etc.);
  • Marketing e divulgação da loja.

Loja Online:

  • Site funcional e responsivo;
  • Estoque organizado e atualizado;
  • Sistema de controle de estoque e vendas eficiente;
  • Sistema de segurança (certificado SSL, criptografia de dados);
  • Política de frete e entregas;
  • Meios de pagamento online seguros;
  • Materiais de apoio para o atendimento (embalagens, etiquetas, etc.);
  • Marketing e divulgação da loja online.

 

Como já foi dito anteriormente, tanto para lojas offline quanto online, é preciso fazer um planejamento estratégico financeiro detalhado, considerando as despesas fixas e variáveis do negócio, e estabelecer um plano de negócios consistente para garantir a viabilidade da empresa.

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Como atrair clientes para loja infantil?

Se você tem pesquisado sobre como abrir uma loja de roupas, uma de suas preocupações deve ser como conquistar seus primeiros clientes.

 

Quando se está começando do zero e precisa criar um público, é importante considerar algumas estratégias de marketing e divulgação. Abaixo, listamos quatro dicas que podem ajudar nesse processo:

 

  1. Utilize as redes sociais: As redes sociais são uma excelente ferramenta para divulgar a loja e seus produtos. Crie perfis no Instagram, Facebook e outras redes sociais relevantes para o público-alvo da loja e poste conteúdos interessantes e atrativos. É importante também interagir com os seguidores, respondendo dúvidas e comentários.
  2. Ofereça descontos e promoções: Oferecer descontos e promoções é uma forma eficaz de atrair clientes para a loja. Por exemplo, ofereça descontos para os primeiros clientes, faça promoções de lançamento de coleções ou crie um programa de fidelidade com vantagens para os clientes mais frequentes.
  3. Invista em marketing de conteúdo: O marketing de conteúdo é uma estratégia que consiste em criar conteúdos relevantes e informativos para o público-alvo da loja, com o objetivo de atrair e engajar clientes. Por exemplo, crie um blog com dicas de moda infantil, tendências e cuidados com as crianças.
  4. Participe de eventos e feiras: Participar de eventos e feiras é uma forma de divulgar a loja e seus produtos para um público mais amplo. Procure eventos relacionados ao universo infantil, como feiras de artigos para bebês e crianças, e exponha seus produtos de forma criativa e atrativa.

 

Além dessas dicas, é importante lembrar que um atendimento de qualidade e produtos de alta qualidade são fundamentais para fidelizar clientes e conquistar a confiança do público-alvo da loja.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil?

 

Seja um revendedor Yuk’s!

Oferecer produtos de qualidade é a chave para o sucesso na revenda de roupa infantil. Afinal, pais e mães procuram por roupas duráveis, que suportem as lavagens sem desbotar ou desgastar, enquanto as crianças precisam de tecidos confortáveis que lhes proporcionem mobilidade e desenvolvimento adequado.

 

Porém, é difícil encontrar no mercado produtos que possuam essas qualidades e ainda tenham um preço competitivo. É por isso que a fornecedora de roupas infantis Yuk’s tem se dedicado desde 1993 a atender a essa necessidade do mercado.

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro que oferecem todo o conforto que as crianças precisam para se movimentar. Além disso, nossas coleções contam com um mix perfeito de peças neutras e divertidas, permitindo que os pais criem looks para todas as ocasiões.

 

Junte-se a nós na revenda de moda infantil de qualidade! Entre em contato e descubra as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas do segmento.

 

Banner para contato com a Yuk's

Frases para loja infantil: 20 ideias criativas para divulgar seu negócio

Confira frases para loja infantil criativas e use-as em suas redes sociais e outros canais online!

 

Uma boa comunicação é essencial para estabelecer um vínculo com os clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento da sua loja de roupas infantis. Mas por onde começar?

 

Dê o primeiro passo criando uma comunidade ao redor da sua marca, com o auxílio das redes sociais, principalmente Instagram e TikTok.

 

Lá você vai encontrar o espaço ideal para mostrar seus produtos, criar uma identidade única para a sua loja e estabelecer conversas com o seu público-alvo.

 

Para te ajudar nessa missão, separamos aqui 20 opções criativas de frases para loja infantil para você usar nas redes. Além disso, preparamos algumas dicas para te ajudar a criar uma comunicação mais assertiva para a sua marca. Confira:

 

  • Como criar uma comunicação mais assertiva
  • Sugestões de frases para loja infantil
  • Passo a passo para criar um perfil completo para loja infantil no Instagram

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Como criar uma comunicação mais assertiva

1. Construa a identidade da sua marca

Qual é a primeira marca que vem à sua mente quando você vê a cor vermelha? O que você remete a um “M” amarelo? Marcas como a Coca-Cola e o McDonald`s são amplamente reconhecidas por investirem em uma boa estratégia de gestão da marca.

 

Também conhecida como branding, essa técnica abrange a identidade visual e verbal que representa a marca.

 

Então, antes de escolher quais frases para loja infantil usar, pense bem em qual delas faz sentido para o seu negócio.

 

É importante definir o tom de voz da sua marca, bem como as cores, o estilo e a mensagem que você deseja transmitir. Isso ajudará a estabelecer uma conexão emocional com seu público e a diferenciar sua marca da concorrência.

 

2. Defina um público-alvo

Para conseguir se comunicar bem com o seu público, o primeiro passo é saber com quem você está falando. A partir daí fica mais fácil entender quais são as necessidades do seu público, bem como seus interesses e valores.

 

Durante a definição de público-alvo, você deve mapear a posição social, econômica e demográfica de quem pode comprar o seu produto.

 

A construção do seu público-alvo deve incluir:

 

  • Gênero;
  • Faixa etária;
  • Classe social;
  • Localização geográfica;
  • Nível de escolaridade;
  • Renda média mensal;
  • Hábitos de consumo;
  • Objetivos e necessidades.

 

Uma vez reunidas essas informações, você pode passar para a etapa seguinte; a construção de personas.

 

3. Elabore a sua persona

A persona, por outro lado, é uma representação fictícia de um cliente ideal que é baseada em dados, insights e observações reais do comportamento do consumidor.

 

Portanto, podemos dizer que a diferença entre persona e público-alvo é o nível de detalhes. Afinal, dentro de um público-alvo existem inúmeros perfis de consumidores, a persona representa, por meio de um personagem fictício, as características do cliente ideal.

 

Depois de criar a identidade da sua marca, identificar o seu público-alvo e criar o seu cliente ideal, é hora de deixar a criatividade fluir!

 

– Leia também: Público-alvo e persona: entenda as diferenças e importância dos conceitos

 

Sugestões de frases para loja infantil

Frases para loja de roupas infantil

 

  • Vestindo criança como criança;
  • Conforto e estilo para arrasar no parquinho;
  • Aqui, conforto e diversão são tendências que não saem de moda;
  • As roupinhas que o seu filho precisa para conquistar o mundo;
  • Cuidado e conforto da nossa família para a sua.

 

Frases para loja virtual infantil

 

  • Na nossa loja, a diversão começa já na escolha da roupa;
  • Com tantas opções incríveis, fica difícil escolher só uma;
  • Nossos produtos são feitos com muito amor e carinho, pensados especialmente para as crianças;
  • Aqui você encontra tudo para deixar seu pequeno ainda mais fofo e estiloso;
  • Roupas e acessórios cheios de cor e alegria para a criançada.

 

Frases para postar roupas infantil no Instagram

 

 

  • Seja para uma festinha ou para o dia a dia, temos a roupa perfeita para seu filho;
  • Nossas peças são perfeitas para acompanhar as aventuras dos pequenos;
  • Papai e mamãe: temos novidades para o seu filhote;
  • Qualidade, bom preço e as melhores opções para você e seu filho;
  • Criança bem vestida é criança confortável.

 

Frases para vender roupas infantil

 

  • Roupas de todos os estilos e estampas para o seu filho se sentir livre;
  • Aqui tem peças para o seu pequeno fashionista;
  • Porque o bom gosto vem do berço;
  • Do parquinho às festas, aqui você encontra lookinhos para todas as ocasiões;
  • Aqui na (nome da loja), o conforto e a moda andam juntos.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil? 

 

Passo a passo para criar um perfil completo para loja infantil no Instagram

  1. Nome de usuário: Escolha um nome de usuário simples e fácil de lembrar. Pode ser o nome da sua loja ou algo relacionado ao seu nicho de mercado.
  2. Foto do perfil: Use um logotipo ou uma imagem que represente a sua loja infantil e que seja facilmente identificável. Certifique-se de que a imagem esteja em alta qualidade e no formato adequado.
  3. Biografia: Sua biografia deve ser uma breve descrição da sua loja e dos produtos que você oferece. Certifique-se de incluir palavras-chave relevantes e um link para o seu site ou outra plataforma de venda.
  4. Destaques: Use os Destaques do Instagram para apresentar categorias de produtos, ofertas especiais e outros aspectos relevantes da sua loja. Certifique-se de escolher ícones que sejam visualmente atraentes e fáceis de entender.
  5. Conteúdo: Publique regularmente conteúdo relacionado à sua loja e ao nicho de mercado infantil. Certifique-se de usar hashtags relevantes para aumentar a visibilidade das suas postagens.
  6. Interatividade: Interaja com seus seguidores, respondendo a comentários e mensagens diretas. Além disso, use recursos como enquetes e perguntas para envolver seus seguidores.
  7. Anúncios: Considere usar anúncios pagos para aumentar a visibilidade da sua loja e atingir novos públicos. Certifique-se de definir o público-alvo adequadamente e escolher imagens e mensagens atraentes.
  8. Métricas: Acompanhe as métricas do seu perfil, como número de seguidores, engajamento e conversões. Use essas informações para ajustar sua estratégia de marketing e melhorar seu desempenho no Instagram.

 

– Leia também: Enquetes para loja infantil: como usá-las para divulgar sua marca no Instagram?

 

E aí, gostou das nossas dicas de frases para loja infantil? Seguindo esses passos, você poderá criar um perfil completo e atraente para sua loja infantil no Instagram e aumentar sua visibilidade e vendas na plataforma.

 

E continue lendo os artigos do nosso blog! Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantil quanto uma fornecedora de roupas infantis, e temos diversos textos sobre o assunto!

 

Banner para contato com a Yuk's

Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

Se você chegou até aqui, provavelmente busca fortalecer a sua marca e a melhor ferramenta é prezar por uma boa gestão de loja infantil.

 

Aqui no blog vimos como o mercado infantil tem se mostrado um setor lucrativo, movimentando cerca de R$16 bilhões ao ano. No entanto, surfar nessa crescente exige alguns cuidados e conhecimentos.

 

Nesse artigo vamos apresentar o papel da gestão no crescimento e fortalecimento de uma empresa, e te presentear com 7 dicas para um bom gerenciamento.

 

Gostou? Continue a sua leitura!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Qual é a importância de uma boa gestão?

A gestão, como o próprio nome indica, é o ato de gerenciar pessoas, processos, ativos e estratégias para garantir que esses pilares estejam alinhados com os objetivos do negócio.

 

Quando bem-feita, ela é essencial para a sobrevivência do empreendimento. De acordo com o Sebrae, a falta de gestão empresarial é um dos principais fatores que levam os negócios à falência no Brasil.

 

Enquanto empresas que investem em gestão são capazes de melhorar produtos, otimizar processos, investir em capacitação e se manter atualizada em relação às novidades do setor.

 

7 dicas para uma boa gestão de loja infantil

1. Não descuide do fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um documento através do qual você registra todas as entradas e saídas de dinheiro da sua empresa. Sempre acompanhando a identificação da movimentação, bem como a quantia.

 

Manter o fluxo de caixa atualizado permite que você não seja pego de surpresa com contas a pagar e nem se esqueça de cobrar seus devedores. Além disso, ele permite que você identifique oportunidades para reduzir custos ou observe discrepâncias nos registros.

 

Se você tiver dedicação e cuidado, seu fluxo de caixa vai se transformar em uma base histórica. Ou seja, uma ferramenta que possibilita identificar a sazonalidade dos produtos, aceitação do público, entre outros dados que você precisa para tomar decisões estratégicas.

 

– Leia também: Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

 

2. Preze pela qualidade

A gestão pode ser dividida em várias áreas e uma delas é a gestão de qualidade. Essa estratégia de gerenciamento passa por todas as etapas do negócio, desde a administração, escolha da matéria-prima, seleção de colaboradores qualificados, até métodos de produção com o mínimo desperdício.

 

Confira 5 atividades que você precisa incluir na sua gestão de qualidade:

 

  • Verifique a origem da matéria prima: garanta que seus fornecedores prezem pela qualidade, ética e sustentabilidade na produção de suas peças.
  • Faça pesquisas de satisfação: O feedback de quem compra pode abrir novas maneiras de pensar o produto ou serviço.
  • Acompanhe seu desempenho: Avalie o desempenho constantemente e tome decisões com base em fatos e dados concretos.
  • Corrija erros: Ao identificar falhas, solucione-as por ordem de prioridade, começando com o problema mais crítico.
    Invista na melhoria contínua: A estrutura “PDCA” (Planejar, Fazer, Checar e Agir) é estratégica para manter o aprendizado na empresa. Trabalhe para não repetir falhas, registre as soluções e promova melhorias contínuas.

 

– Leia também: Revender roupa infantil: por que esse é um bom negócio e como escolher bons fornecedores

 

3. Renegocie suas dívidas

Empreender e investir são atividades intimamente relacionadas. Mas, principalmente no começo, pode ser que os lucros não cheguem na mesma proporção ou velocidade que os boletos.

 

Se você está passando por isso, mantenha a calma, entre em contato com o seu gerente e renegocie suas dívidas

.

Além de preservar a sua relação com stakeholders você garante prazos e juros mais acessíveis para cumprir todos os compromissos fechados.

 

4. Planeje com antecedência

O erro mais frequente na administração e gestão de loja infantil é focar nas atividades do dia a dia e esquecer de planejar. É importantíssimo analisar o seu negócio e entender quais são suas forças e fraquezas e quais são as oportunidades e ameaças.

 

Essa análise permite que você use suas forças para se defender das ameaças e aproveitar as oportunidades. Além disso, o seu diagnóstico vai facilitar a missão de traçar planos de ação para eliminar suas fraquezas.

 

– Leia também: Planejamento estratégico: entenda o que é e como fazer

 

5. Organize seu tempo

Uma das piores coisas que podem acontecer é começar o dia perdendo tempo por falta de organização e preparo. Se a sua agenda está cheia, comece definindo as prioridades daquele dia.

 

Separe suas atividades em:

 

  • Tarefas importantes e urgentes: que são aquelas que devem ser feitas imediatamente.
  • Tarefas importantes, mas não urgentes: defina uma data para realizá-las.
  • Tarefas urgentes, mas não importantes: delegue para alguém de sua confiança.
  • Tarefas nem urgentes nem importantes: mova para o fim da fila.

 

6. Delegue tarefas

Eu sei que a vontade de abraçar o mundo para dar conta de tudo é grande. Mas se você não dá conta da demanda atual, pense em contratar ajuda. Treine e capacite seus colaboradores para que eles consigam desempenhar as tarefas que você necessita.

 

Assim, você ganha tempo para focar nas partes mais estratégicas do negócio, enquanto seu funcionário lida com a parte operacional.

 

7. Não tenha medo de errar

Cometer erros é uma parte importante do aprendizado. Use esses erros para crescer, mudar e renovar. E lembre-se, é melhor cometer pequenos erros que impulsionam o seu desenvolvimento do que grandes erros lentos que podem levar sua empresa à falência.

 

– Leia também: Como fidelizar clientes na sua loja de roupa infantil?

 

Gostou do artigo? Continue no blog da Yuk’s. Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantil quanto uma fornecedora de roupas infantis, e temos diversos textos sobre o assunto!

 

Banner para contato com a Yuk's

Como precificar roupas infantis? Aprenda a fazer o cálculo certo e evite erros

Não importa se você tem uma loja, se vende seus produtos em casa ou se vai de porta em porta atrás de clientes, seu objetivo deve ser o lucro. E para garantir a lucratividade do seu negócio no setor de moda para crianças, você precisa saber como precificar roupas infantis.

 

Adotar uma boa estratégia de precificação te ajuda a atrair bons clientes, aumenta o número de vendas e, consequentemente, impacta o seu faturamento.

 

Falando assim parece simples. Mas, na verdade, quando falamos especificamente da precificação de roupas infantis, sabemos que muitas coisas estão envolvidas no processo de compra. Valor, tendências, qualidade, design das peças e a marca das roupas são alguns dos fatores que o cliente considera no momento da compra.

 

Para te ajudar nessa missão, vamos falar aqui sobre como precificar roupas infantis. Continue lendo e confira:

 

  • O que é precificação?
  • Como precificar roupas infantis? Conheça 3 formas de precificação
  • Seja um revendedor Yuk’s!

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

O que é precificação?

Precificação é a técnica utilizada para atribuir algum valor/preço a um determinado produto ou serviço. 

 

Sendo: 

 

  • Preço: determinada quantia paga por um produto ou serviço;
  • Valor: importância atribuída ao produto/serviço e o que ele proporciona para o cliente. Portanto, o valor não pode ser estimado em dinheiro e pode ser diferente para cada cliente.

 

Agora que você sabe o que é precificação e como diferenciar preço de valor, podemos avançar para os principais tipos de precificação.

 

Como precificar roupas infantis? Conheça 3 formas de precificação

Toda estratégia tem seus pontos positivos e negativos. Então ao escolher a sua estratégia de precificação, é importante entender quais os tipos que existem e com isso definir qual o modelo ideal para o seu negócio.

 

1. Precificação baseada na concorrência 

Como o próprio nome sugere, essa estratégia de precificação se baseia no estudo dos preços adotados pelos concorrentes. Talvez esse seja o método mais simples e, por isso, é amplamente adotado por varejistas.

 

A precificação com base na concorrência é uma boa ferramenta para garantir o valor competitivo. Uma vez que ela permite que seus preços não sejam nem muito abaixo nem muito acima do que é cobrado no mercado.

 

Além disso, ele permite que você entenda como funciona a precificação na sua região (no caso de lojas físicas e presenciais) e na internet.

 

No entanto, é importante considerar que sua realidade nem sempre é igual a do seu concorrente. Então, ao usar a precificação baseada na concorrência, liste seus custos, objetivos e margem de lucro desejada.

 

Passo a passo: precificação baseada na concorrência

  1. Levante quais são os concorrentes e faça uma pesquisa de preços: Identifique quais são os produtos, qualidade, diferencial, forma de pagamento e, é claro, o preço;
  2. Compare os preços identificados com os produtos do seu estoque: Coloque tudo em uma planilha e cruze as informações levantadas para entender os preços praticados;
  3. Use as informações obtidas para definir o seu preço: Juntou todos os dados necessários? Agora é hora de usar essas informações para definir o preço dos seus produtos.

 

2. Precificação com base na demanda

A lei da oferta e da procura pode influenciar a sua precificação. Por exemplo, durante eventos esportivos como a Copa do Mundo, a procura por blusas da seleção brasileira cresce consideravelmente. Portanto, revendedores podem aumentar o preço, com base na busca.

 

Dessa forma, podemos dizer que a precificação baseada na demanda determina o preço de um produto ou serviço de acordo com o valor atribuído a ele por seus clientes. Ou seja, são baseados no que o seu cliente está disposto a pagar.

 

Passo a passo: precificação com base na demanda

  1. Selecione o público-alvo: Selecione e estude os hábitos de compra do seu público-alvo. Apenas assim você será capaz de atraí-lo até a sua loja;
  2. Faça uma pesquisa com clientes e prospects: Agora que você já selecionou o seu público, chegou a hora de fazer uma pesquisa. Utilize-a para entender quais são os pontos que ele percebe de valor na sua marca e no seu produto;
  3. Organize e apure os dados: Depois que encerrar sua pesquisa, “planilhe” e organize cada resposta. A partir desses dados, você deverá ser capaz de identificar qual valor o público está vendo na sua marca e nos seus produtos.

 

3. Precificação baseada nos custos

Nesta metodologia, o varejista deve calcular todos os custos envolvidos na fabricação, execução, transporte do seu produto e a partir daí adicionar a margem de lucro. Chegando assim ao preço de venda do produto/serviço.

 

Essa estratégia também pode ser conhecida como mark-up (índice aplicado sobre o custo de um produto ou serviço ).

 

Passo a passo: precificação baseada nos custos

  1. Comece levantando os custos dos produtos: Se você fabrica, considere os custos de fabricação. Se cuida apenas da revenda, considere os valores de transporte, embalagens, etc.
  2. Inclua suas despesas na conta: As despesas são os gastos que não estão diretamente ligados ao produto, como o aluguel da sua loja. Por isso, coloque todas as despesas no papel para fazer o próximo cálculo do lucro;
  3. Defina o percentual de lucro sobre a venda: Agora que você sabe quais são os custos e despesas sobre a venda pense: quanto você deseja lucrar? Use isso para definir o seu preço de venda.

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Seja um revendedor Yuk’s!

Somos uma marca de roupas para crianças que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Desde 1993, a Yuk’s trabalha para oferecer roupas de tecidos que promovam o conforto e a mobilidade necessários para as crianças brincarem e se desenvolverem.

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique no banner para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: Revender roupa infantil: entenda por que esse é um bom negócio

 

Banner para contato com a Yuk's

 

Revender roupa infantil: entenda por que esse é um bom negócio

Não importa se você é um pequeno empreendedor ou se é uma loja local que busca diversificar o catálogo. Revender roupa infantil é uma atividade que vem se destacando cada vez mais!

 

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias de moda faturaram cerca de R$ 22 bilhões em 2021. E quem optou por investir na revenda de roupas infantis saiu na frente.

 

Deborah Lima Machado, consultora sênior de negócios da Goakira destaca algumas vantagens do setor. Segundo ela, o investimento no setor de roupas infantis é menor que nos demais e “permite o retorno de investimento 24 ou 36 meses – em alguns casos, até menos do que isso”.

 

Se interessou pelo tema? Continue a leitura e confira: 

 

  • Por que investir em roupa infantil para revenda?
  • Roupa infantil direto da fábrica: qual é a margem de lucro esperada?
  • 3 dicas para revender roupa infantil
  • Como a Yuk’s pode te ajudar a revender roupa infantil?

 

Banner para o catálogo de roupas infantis para revenda da Yuks

 

Por que investir em roupa infantil para revenda?

Com tantas opções de revenda disponíveis, é importante entender o contexto atual dos setores antes de escolher qual produto revender. Em matéria publicada em junho de 2022 pelo Sebrae, o Instituto avaliou o mercado de moda infantil como grande e lucrativo. 

 

Vamos conferir o que dizem os números?

 

Mesmo com vários setores em recessão, o setor têxtil conseguiu continuar crescendo. A Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) apontou que, em 2021, além de crescer em média 6% ao ano no Brasil, a moda infantil representa 16% do setor têxtil nacional.

 

Além disso, a moda infantil é um dos poucos nichos em que é fácil manter o relacionamento com o cliente e estimular a recompra. Afinal, já reparou na velocidade em que os bebês crescem? 

 

Ao investir, por exemplo, em uma marca de roupa infantil que vista crianças de 0 aos 3 anos, você ganha a oportunidade de vestir os pequenos por muito tempo!

 

– Leia também: Gestão de loja infantil: confira 7 dicas de como fazer um bom gerenciamento

 

Roupa infantil direto da fábrica: qual é a margem de lucro esperada?

 

Agora que você já sabe que a revenda de roupas infantis tem potencial, é hora de analisar outros aspectos. Dessa vez mais voltados para o seu negócio. Vamos a eles?

 

Bom, vamos começar falando sobre a margem de lucro. Esse indicador financeiro equivale à porcentagem do preço de um produto ou serviço que corresponde ao lucro da empresa.

 

Enquanto lojas de roupa infantil possuem uma margem de lucro de até 30%, a margem de lucro da revenda de roupas infantis pode chegar até 100%. Isso porque os revendedores não possuem custos fixos e variáveis tão altos quanto os lojistas.

 

Ficou empolgada, mas não sabe por onde começar? No próximo tópico abordamos dicas que vão te ajudar a montar uma estratégia de sucesso.

 

3 dicas para revender roupa infantil

1. Saiba onde você vai revender as roupas infantis

Pense na estrutura que você tem disponível e no quanto está disposto a investir. Com isso em mente, considere qual a melhor opção para você: abrir uma loja em um espaço físico, montar uma loja virtual, trabalhar com a venda de roupa infantil em domicílio ou vender em casa.

 

2. Identifique seu público-alvo

O público-alvo fica mais claro conforme você vai aprendendo sobre o seu produto. Por exemplo, se você pensa em revender roupinhas para recém nascidos, seu público-alvo são pais, tios, avós e padrinhos. 

 

Mas, se você também deseja revender roupinhas para crianças de até 3 anos, seu pequeno cliente também deve ser considerado!

 

Sim, a gente sabe que no final das contas são os adultos que vão efetuar a compra. Mas escolher produtos de qualidade, com estampas divertidas e malhas confortáveis vão conquistar pais e filhos.

 

3. Divulgue seus produtos

Uma boa divulgação é o primeiro passo para garantir que o seu público saiba sobre você. Para escolher a que melhor atende às suas necessidades, é importante considerar alguns pontos.

 

Por exemplo, você planeja abrir uma loja virtual? Nesse caso deve concentrar o seu tempo e investimentos em ações online – seja por meio das redes sociais, blog, site ou anúncios pagos.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Yuk’s (@yuksoficial)

 

Mas se seus planos incluem uma loja física também é importante incluir ações de marketing offline como eventos presenciais, rodas de conversa, além de garantir que o espaço seja bonito e acolhedor.

 

– Leia também: Como divulgar sua loja de roupa infantil?

 

Como a Yuk’s pode te ajudar a revender roupa infantil?

A chave para obter sucesso ao revender roupa infantil é oferecer produtos de qualidade. Afinal, mamães e papais precisam de roupinhas duráveis (que aguentem as lavagens sem esgarçar ou desbotar) e as crianças precisam de tecidos que ofereçam o conforto e a mobilidade necessários para se desenvolverem.

 

Mas você já percebeu como é difícil encontrar no mercado, produtos com essas qualidades num valor competitivo? Nós também! Por isso, desde 1993 a Yuk’s trabalha para atender a essa necessidade do mercado.

 

Somos uma marca de roupas infantis que atende os públicos B2C e B2B, ou seja, somos tanto uma loja de roupas infantis quanto uma revendedora de roupas infantis!

 

Trabalhamos com tecidos de algodão brasileiro, que oferecem todo o conforto que os pequenos precisam para engatinhar e correr. Além disso, todas as nossas coleções trazem o mix perfeito de peças neutras e divertidas. Para que mamães e papais brinquem com as combinações e criem looks para todas as ocasiões.

 

Faça parte do time de revendedores Yuk’s! Clique abaixo para saber mais sobre as vantagens de trabalhar com uma das maiores marcas de moda infantil.

 

– Leia também: A importância de ter marcas de qualidade na sua loja de roupa infantil

 

Banner para contato com a Yuk's